30/03/2022 às 19h22min - Atualizada em 31/03/2022 às 00h01min

Depois de crescer 50% em 2021, Grupo DNA quer focar em medicina preventiva

Laboratório de biotecnologia paulista teve crescimento exponencial com demanda de testes para COVID-19; marca vai focar em exames genéticos

SALA DA NOTÍCIA Imprensa
https://www.dnaconsult.com.br/

Utilizar dados genéticos para oferecer mais longevidade e qualidade de vida. Essas informações retiradas a partir do DNA são um dos principais instrumentos de estudo das ciências biológicas e é neste setor que o Grupo DNA atua há mais de 26 anos. A empresa nasceu na cidade de São Carlos (SP), município do interior paulista considerado um dos principais pólos de tecnologia e inovação do Estado de São Paulo. A marca tem o objetivo de conectar ciência e personalização a partir de laudos completos extraídos do código genético do paciente.  

Por estar a frente na pesquisa científica, logo no início da pandemia, foi pioneira em criar um teste de autocoleta por saliva para COVID-19. Desde então, a empresa vem atendendo uma demanda crescente pelos diagnósticos para convênios, prefeitura, empresas e consumidor final. A procura pelos produtos fez a empresa crescer 50% de 2020 para 2021, sendo que em 2020 o grupo já havia tido um aumento de 500% em seu negócio. 

Para este ano, o Grupo DNA pretende voltar suas atenções para a saúde preventiva. “Este ano será marcado por mudanças no mercado, no qual poderemos ver a presença da testagem preventiva na rotina de todos. Também apostamos que as pessoas irão olhar mais para sua saúde em vez da doença. Ou seja, teremos uma mudança de comportamento, que vai olhar mais para a medicina preventiva. Com isso, seguimos com a estratégia de trazer foco na pessoa, na saúde e num sistema médico mais enxuto.”, afirma Rodrigo Matheucci, CEO do grupo. 

Sem um fim determinado para a pandemia, em vista de novas variantes como a Ômicron, o laboratório continuará atuando na frente de diagnósticos precisos para COVID-19, mas direciona seus esforços para outras necessidades da saúde. “A pandemia nos ensinou muito e trouxe abertura para vigilância epidemiológica, o que ajudou na criação de novas tecnologias. Com isso lançamos produtos voltados para o consumidor final, entre eles o PCR que pode detectar simultaneamente Influenza A e COVID-19, PCR para Dengue Zika vírus e Chicungunya”, explica Matheucci.

Com o crescimento do negócio, o grupo precisou reforçar sua equipe, aumentando em mais de 130% o número de colaboradores em 2021. A empresa ainda fez uma reestruturação interna com a criação de novas áreas, como Desenvolvimento de Produtos, Atendimento Digital e Consultoria Interna, além de fortalecer as áreas de Laboratório e Marketing. Para a gestão, chega Fernando Hildebrand como COO. Rodrigo Matheucci foi consolidado como CEO do grupo e o professor Dr. Euclides Matheucci Jr. se tornou Presidente do Conselho e Diretor Científico. 

Entre as próximas metas está a expansão para mais cidades com o aumento da distribuição dos exames de COVID-19. “Nosso objetivo é tornar o exame de PCR para COVID-19 acessível a todo Brasil. Hoje conseguimos atender bem o estado de São Paulo, mas queremos abrir as portas para outras regiões e ter alcance nacional. Acreditamos no poder da alta qualidade em todos os nossos serviços, colocando as melhores cabeças à frente para lançar as soluções mais eficientes. O resultado rápido e digital e a comodidade da auto coleta colaboram para esse objetivo”, completa Rodrigo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp