26/05/2021 às 19h04min - Atualizada em 27/05/2021 às 20h40min

Esperando aquecimento pós-pandemia, turismo baiano começa a ter operações de estrutura

Bahia observa setores turísticos começando a se mobilizar, fortalecendo a sua estrutura para a retomada da economia no pós-pandemia.

DINO
https://operacaoportoseguro.com.br/
Operação Porto Seguro

Com o aumento da vacinação e a possibilidade cada vez mais próxima de uma retomada das atividades econômicas, vários setores começam a se mobilizar fortalecendo a sua estrutura formando uma verdadeira operação de ajustes. No turismo baiano não é diferente. 

A partir de 26 de junho, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras começará a operar voos para a ilha de Comandatuba, no município baiano de Una. Com partidas dos aeroportos de Confins (Belo Horizonte) e Congonhas (São Paulo), as rotas serão feitas sempre aos sábados. As passagens já podem ser obtidas nos canais de vendas da companhia.

Os novos voos são fruto do trabalho de captação realizado pela Secretaria de Turismo da Bahia (Setur). As partidas de Confins serão às 15h, com chegada a Comandatuba às 16h25. O voo de volta tem decolagem prevista para as 17h25, chegando a Belo Horizonte às 18h50. Já o voo de Congonhas, que sai mais cedo (13h), aterrissa em Una às 15h. O retorno é previsto para 16h, com chegada a São Paulo às 18h05.

O aeródromo do Hotel Transamérica, na ilha de Comandatuba, ganhou autorização da Anac para receber voos comerciais no último mês de fevereiro, com a mudança de classificação do equipamento de privado para público. O processo de avaliação e inscrição do equipamento no cadastro da agência reguladora teve intermediação do secretário Fausto Franco, que também conseguiu a mudança de categoria do aeródromo da cidade de Cocos, na divisa da Bahia com os estados de Minas Gerais e Goiás.

Operação retoma Sinos tradicionais da Igreja do Bonfim

 Os sinos da Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, uma das mais tradicionais de Salvador, tocaram juntos na segunda semana de maio, pela primeira vez nos últimos 30 anos, após uma missa para comemorar o momento. Símbolos de fé e responsáveis pela convocação dos fiéis para os atos religiosos, os sinos foram recuperados pelo Governo do Estado. A Igreja do Bonfim é a nona que teve o conjunto de sinos recuperados. No momento da reativação, outras igrejas do Centro Histórico de Salvador também tocaram seus sinos em consonância com o Bonfim.

O pároco do Bonfim, Padre Edson Menezes, que celebrou a missa em comemoração afirma: “O sino é para  “ O sino é para nos chamar para participar de uma atividade religiosa, exatamente para fortalecer a nossa fé. E os sinos estarão tocando todos os dias, às 12h e às 18h, e em alguns momentos festivos, em ocasiões especiais”, divulgou o Portal da Prefeitura de Porto Seguro.

A empresária Rose Noronha veio de Brasília com o marido, Carlos Duque, e se sentiu abençoada por presenciar o primeiro repique dos sinos. “Eu já tinha vindo à Bahia, na Praia do Forte. Aqui em Salvador é a primeira vez. E foi muito emocionante, na hora que a gente desceu do ônibus começou a tocar o sino”, conclui.

A operação de recuperação dos sinos conta, desde o início, com a parceria da iniciativa privada, recebendo o apoio de empresários e grandes instituições, a exemplo da Academia de Letras da Bahia, Hospital da Bahia, o Grupo Hoteleiro Vila Galé e a construtora Andrade Mendonça. O resgate do toque dos sinos da Igreja do Bonfim contou com o apoio do empresário Roberto Oliva, presidente do conselho da Intermarítima.

Revitalização do Píer Municipal

Visando sustentabilidade ambiental e a conservação da biodiversidade marinha, segurança às embarcações e conforto aos visitantes, a Prefeitura está fazendo uma importante reestruturação do píer municipal, transformando-o também num espaço social onde apreciar a costa marítima se tornará uma experiência mais marcante no turismo porto-segurense.

O projeto inclui área externa modernizada e área de espera e embarque das pessoas para o Parque Municipal Marinho do Recife de Fora (PMMRF), sala adequada à equipe gestora e aos fiscais que atuam no local e a construção de sala reserva.

Além dessa estrutura, será construído um centro de convivência na praça em frente ao píer, projetado com um salão onde serão expostas informações e materiais de educação ambiental sobre o ecossistema marinho e recifal presente no parque.

A obra segue em ritmo acelerado, com previsão de ser concluída em breve. Todo projeto está sendo executado com os recursos provenientes do Fundo Municipal de Meio Ambiente.



Website: https://operacaoportoseguro.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0