31/05/2021 às 21h28min - Atualizada em 31/05/2021 às 21h28min

Previsão da Celesc é de retorno da energia na madrugada desta terça-feira

Informação foi dada em reunião com integrantes da Defesa Civil e Prefeitura de Caçador

Marcos Antonio - Marcos Imprensa
Ass. Imp. Prefeitura de Caçador
A previsão da Celesc é de que a energia retorne na madrugada desta terça-feira, 1 de junho. Antes, havia uma possibilidade de retomada do abastecimento ainda na noite desta segunda-feira, 31, mas, devido a problemas técnicos nos locais das quedas das torres, o prazo foi ampliado.

A informação da Celesc é ainda que Caçador será a primeira cidade a ser completamente energizada, através das subestações Sorgatto e Castelhano, estendendo assim a energia para outros municípios, como Calmon, Matos Costa e parte de Lebon Régis. 

As equipes de recuperação trabalharão noite adentro para concluir os trabalhos, que consistem na instalação de uma rede alternativa até que a rede normal seja recuperada.

Já são mais de 68 horas de apagão total em Caçador. 

Aulas mantidas 

Com a previsão do retorno da energia, as aulas nas escolas e creches municipais estão mantidas. Além disso, o ponto facultativo, de sexta-feira, 4, também está mantido, já que haverá a sanitização nas escolas municipais. 

Água 

A Prefeitura, Bombeiros e BRK estão levando água para diversos pontos, principalmente aviários no interior e outros locais na cidade, que acabaram ficando sem abastecimento. Entretanto, por parte da BRK, o abastecimento está quase normalizado, por conta da instalação de geradores na captação e na distribuição de água. Mas, o pedido permanece para que as pessoas economizem água. 

Segurança pública 

Por parte da segurança pública, as polícias Civil e Militar, além da Guarda Municipal ampliaram as rondas durante as noites, visando prevenir qualquer crime. Os Bombeiros Voluntários estão atendendo normalmente, mas não houve nenhuma ocorrência de vulto. Nova reunião Uma nova reunião acontece ainda nesta semana, visando fazer uma avaliação da situação e estabelecer novas ações, no sentido de cobranças para que haja um plano de contingência e alternativas, caso novos eventos climáticos deste porte venham a atingir as redes de energia elétrica. 

“Não podemos deixar cair no esquecimento esta situação, que é extremamente delicada e deixa a maior cidade do Meio Oeste sem energia elétrica por mais de 70 horas. Seguimos em frente, avançando agora em mais um objetivo, de exigir uma estruturação preventiva para toda a nossa região”, afirmou o prefeito Saulo Sperotto.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »