02/06/2021 às 06h05min - Atualizada em 02/06/2021 às 06h05min

Caçador volta a ter energia elétrica após quatro dias

Foram 95 horas de apagão total no maior município do Meio-Oeste de SC

Marcos Imprensa - Marcos Imprensa
Caçador Net
Voltou a luz! A energia elétrica foi reestabelecida em Caçador na noite desta terça-feira, 1, após 95 horas de apagão total no município.


Foram quase quatro dias de vida a luz de velas e ao som de geradores para uma população de 80 mil habitantes. Sem contar os moradores de Timbó Grande, Calmon e Matos Costa, municípios também em fim de linha da Celesc e que ficaram sem energia alguma nesse tempo.


A luz caiu na noite de sexta-feira, 28, às 23h31, com a queda de três torres de transmissão da Evoltz em Campos Novos, devido à ocorrência de um tornado com ventos superiores a 160 km/h.

A queda das torres afetou também Videira, Rio das Antas, Fraiburgo, Lebon Régis, Macieira, mas diferente de Caçador, nestas cidades a Celesc conseguiu remanejar a rede através de ligações provisórias de outras subestações com fornecimento parcial e em forma de rodízio.

No caso de Caçador, a Celesc disse não ter alternativas e a única solução foi esperar o reparo na linha danificada com a queda das torres em Campos Novos. Os trabalhos no local são por conta da Evoltz, empresa responsável pela linha de transmissão.


Nesta terça, a Prefeitura de Caçador decretou situação de emergência. A medida tem como objetivo agilizar ações de recuperação, principalmente para as atividades empresariais, seja no comércio, indústria e prestação de serviço, que tiveram perdas irreparáveis.

Autoridades cobram providências


Autoridades políticas se manifestaram cobrando da Celesc alternativas para que o município de Caçador não fique refém de situações como essa, sendo um final de linha em se tratando de energia elétrica. O coro foi endossado pela Prefeitura, Câmara Municipal, Associação Empresarial, Fiesc, deputado Valdir Cobalchini e pela população de maneira geral.

Geradores


Nas 95 horas sem energia em Caçador, o hospital Maicé funcionou com geradores, assim como a UPA 24h com o armazenamento de vacinas.


A BRK também trabalhou com geradores para manter o abastecimento de água. A Prefeitura e Defesa Civil ajudaram com fornecimento de água para alguns bairros e localidades do interior. Mercados e postos de combustível, assim como algumas empresas, também funcionaram com o uso de geradores.




Leia tudo sobre o apagão:

Fortes ventos derrubam 4 torres de transmissão e deixam a região sem energia


Sem previsão de retorno da energia elétrica em Caçador e região


Celesc emite nota sobre queda de torres de energia


Reparo na rede de energia deve demorar até terça-feira


“Não temos alternativa para Caçador neste momento”, diz gerente da Celesc

Energia elétrica em Caçador pode voltar nesta segunda-feira


"Sinceramente pelo que estamos vendo aqui o trabalho vai longe"

Caçador tem 72h de apagão total


Não há previsão do retorno da energia elétrica em Caçador


Evoltz diz que expectativa do restabelecimento é no meio da tarde de hoje (01)
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »