24/05/2022 às 18h53min - Atualizada em 25/05/2022 às 00h01min

Disciplina e atenção à saúde mental são armas para encarar o vestibular

No Dia do Vestibulando (24/05), especialistas ensinam como superar a ansiedade para se sair bem nas provas e conquistar vaga no ensino superior

SALA DA NOTÍCIA JOAO ALECIO MEM
www.grupointegrado.br
Divulgação
O estresse, a pressão por bons resultados e a ansiedade são velhos conhecidos de quem vai enfrentar o vestibular. Além da dúvida sobre qual profissão escolher, os jovens encaram uma maratona para garantir o acesso ao ensino superior. No Paraná, a temporada de vestibulares de inverno já está aberta.

No Centro Universitário Integrado de Campo Mourão, a prova será presencial e está confirmada para 18 de junho. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas em www.grupointegrado.br/vestibular Para o curso de medicina, o acesso é o www.grupointegrado.br/medicina

A instituição de ensino superior também oferece bolsas de estudo de 30% a 100%. Atualmente, são 24 cursos de graduação presencial, 30 cursos de graduação EAD e mais de 120 cursos de pós-graduação.

Outra forma de ingresso no ensino superior é o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As provas cobram dos candidatos os conteúdos abordados ao longo do ensino médio. No ano passado, 3,1 milhões de alunos se inscreveram para o Enem.

Para os estudantes que estão de olho em uma dessas vagas, a psicóloga Thaís Serafim, coordenadora de relacionamento do Centro Universitário Integrado, diz que a melhor alternativa é encarar o desafio com foco e equilíbrio, sem descuidar da saúde mental. Mais do que dominar o conteúdo das provas, os futuros acadêmicos precisam de planejamento e autocontrole para superar a ansiedade e o nervosismo.

"Estudos indicam que alunos em fase de vestibular apresentam níveis mais elevados de ansiedade e estresse se comparados à população em geral. Esses transtornos são desencadeados, em sua maioria, pela pressão e autocobrança excessivas”, explica a especialista.

Dia do Vestibulando
Thaís aproveita o Dia do Vestibulando, celebrado em 24 de maio, para lembrar que alguns cuidados vão impactar de forma positiva no resultado das provas. "Não é indicado estudar dia e noite. Isso esgota e prejudica o aluno. O ideal é estabelecer uma rotina de estudos, que deve ser seguida com seriedade e comprometimento, mas os momentos de lazer são igualmente importantes”, alerta.

Outro conselho é conversar com a família e com os amigos sobre os medos e angústias e buscar apoio profissional quando os níveis de ansiedade forem muito elevados. “Com auxílio psicológico, o jovem consegue lidar melhor com as emoções e com todas as expectativas que rondam o período pré-vestibular”, diz a psicóloga.

Dicas para se sair bem no vestibular
Estudar para o Enem ou vestibular requer disciplina e dedicação. Uma boa estratégia para organizar os estudos é montar um cronograma de atividades.

De acordo com a professora Kelly Barco, coordenadora do cursinho pré-vestibular do Integrado, organizar a rotina é fundamental. “Recorra à ajuda de professores e de outras fontes para sanar suas dúvidas. Nunca deixe de buscar conhecimento, mas sempre respeite seu corpo. Se sentir cansaço, pare, descanse, reorganize seus horários e volte a estudar", ensina.

Para ajudar quem está de olho no ensino superior, a professora listou algumas dicas:

1) Organize um local para estudar. Deixe-o arrumado e com fácil acesso a tudo o que você irá precisar enquanto estiver estudando. O ambiente deve ser agradável e aconchegante.

2) Faça resumos ou mapas mentais dos assuntos estudados. Use e abuse das canetas coloridas. Isso auxilia na memorização.

3) Organize uma rotina e estabeleça os melhores horários para o estudo, de modo que esse tempo seja bem aproveitado.

4) Evite mexer no celular ou em outros aparelhos eletrônicos. Eles desviam do foco, diminuindo a atenção.

5) Estabeleça algumas pausas no seu horário de estudo. Pare, tome uma água, vá ao banheiro, relaxe um pouco e, depois, retome as atividades.

Cuidados com a saúde mental
Quando o assunto é estresse e saúde mental, quem dá as orientações é a psicóloga Thaís Serafim.

1) Conheça a si mesmo. Saber suas motivações, potencialidade e fragilidades ajuda a traçar metas profissionais condizentes com o seu perfil, além de auxiliar a enfrentar as situações adversas (sobretudo de resultados não satisfatórios) de maneira mais assertiva.

2) Estabeleça um hábito de estudos. Planners e post-its ajudam muito! Crie e organize uma rotina de estudos semanal que seja compatível com as suas necessidades e condições. Cuidado para não estabelecer metas inalcançáveis – elas costumam frustrar muito!

3) Considere realizar grupos de estudos. Estudar entre amigos costuma ser mais motivador, além de ser uma ótima ferramenta para a divisão e o compartilhamento de conteúdo.

4) Converse com sua família e amigos sobre o que você sente. Compartilhar suas angústias e receios diminui o peso (e a pressão) do momento. Não carregue este fardo sozinho!

5) Durma bem. Respeite o padrão e a qualidade do sono. Somente um corpo descansado é capaz de alcançar resultados.

6) Tenha momentos de lazer. Não se concentre somente nos estudos. É preciso relaxar e a melhor forma de fazer isso é priorizar momentos de prazer.

7) Busque ajuda profissional. Se você não se sente bem, considere fazer psicoterapia! Com auxílio psicológico você conseguirá lidar com suas emoções e com todas as expectativas que rondam o período pré-vestibular. 

Serviço
O quê: Vestibular de inverno do Centro Universitário Integrado
Quando: 18 de junho, de maneira presencial
Quanto: Inscrições gratuitas, exceto para curso de medicina
Como se inscrever: www.grupointegrado.br/vestibular Vestibulandos de medicina devem acessar www.grupointegrado.br/medicina
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp