22/06/2022 às 07h22min - Atualizada em 22/06/2022 às 07h22min

Preço do diesel passa de R$ 7 em cinco cidades de SC; veja quais

Ainda sem efeito do reajuste anunciado pela Petrobras, pesquisa apontou que combustível pode ser comercializado por até R$ 7,68 em cidade da Grande Florianópolis

Marcos Antonio - Marcos Imprensa
NDMAIS
Diesel é encontrado acima de R$ 7 em cidades de SC – Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/ND
Cinco cidades de Santa Catarina vendem o litro do diesel S10 acima dos R$ 7, conforme pesquisa realizada entre 12 de junho e o último sábado (18). Além disso, combustível é comercializado por até R$ 7,68. Os preços pesquisados ainda não haviam passado pelo reajuste anunciado pela Petrobras.


De acordo com a pesquisa semanal da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), 194 postos de combustível foram pesquisados e o preço médio encontrado no Estado foi de R$ 6,894.

Já entre as cidades pesquisadas, o preço médio de R$ 7,18 encontrado em Concórdia, no Oeste do Estado, foi o maior registrado ao longo da última semana.

Enquanto isso, o maior preço praticado do combustível foi registrado no Auto Posto Leal, no bairro Universitário, em Biguaçu, na Grande Florianópolis, conforme coletado pela ANP na última sexta-feira (17).  Por outro lado, a pesquisa apontou que o município de Araranguá, no Sul do Estado, tem o menor preço médio sendo comercializado por R$ 6,57. 

Além disso, o Posto Avenida das Torres, no bairro Bela Vista, em São José, Grande Florianópolis, é o detentor do diesel mais barato entre as unidades catarinenses pesquisadas. Conforme coleta realizada na última quinta-feira (16), o litro do combustível estava custando R$ 6,36.  Petrobras anuncia aumento no diesel Vale ressaltar que a Petrobras anunciou, na última sexta-feira (17), que o diesel passou por reajuste de 14,3%. Dessa forma, os preços apresentados pela ANP ainda não tinha passado pelo reajuste. O combustível, que não era reajustado desde 10 de maio, passou de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro para a distribuição.


Em nota, a Petrobras afirma que “tem buscado o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse imediato para os preços internos da volatilidade das cotações internacionais e da taxa de câmbio”.  A estatal aponta, ainda, que “é sensível ao momento em que o Brasil e o mundo estão enfrentando e compreende os reflexos que os preços dos combustíveis têm na vida dos cidadãos”. Contudo, conforme a empresa, “quando há uma mudança estrutural no patamar de preços globais, é necessário que a Petrobras busque a convergência com os preços de mercado”Em nota, a Petrobras afirma que “tem buscado o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse imediato para os preços internos da volatilidade das cotações internacionais e da taxa de câmbio”.  A estatal aponta, ainda, que “é sensível ao momento em que o Brasil e o mundo estão enfrentando e compreende os reflexos que os preços dos combustíveis têm na vida dos cidadãos”. Contudo, conforme a empresa, “quando há uma mudança estrutural no patamar de preços globais, é necessário que a Petrobras busque a convergência com os preços de mercado”


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp