30/06/2022 às 12h26min - Atualizada em 03/07/2022 às 00h01min

Dia Nacional do Diabetes: médico destaca a importância de hábitos saudáveis para prevenção e controle da doença

Nutrólogo do Hospital IGESP, Andrea Bottoni ressalta que a adoção de hábitos saudáveis é importante para prevenir o diabetes tipo 2 e essencial para controlar o tipo 1

SALA DA NOTÍCIA Lícia Maria Assunção Martins
São Paulo, junho de 2022 - O Brasil é o sexto país do mundo com o maior número de pacientes com diabetes. São cerca de 15,7 milhões de pessoas convivendo com a doença, de acordo com a 10ª edição do Atlas do Diabetes, publicada pela Federação Internacional de Diabetes em dezembro de 2021.  Andrea Bottoni, nutrólogo do Hospital IGESP, aproveita o Dia Nacional do Diabetes, lembrado em 26 de junho, para explicar que existem dois tipos de diabetes:

Diabetes tipo 1
No diabetes tipo 1, que pode aparecer na infância, o pâncreas não produz ou produz insulina insuficiente para exercer sua ação de fazer com que a glicose entre nas células.
 
Diabetes tipo 2
Já no diabetes tipo 2, mais frequente em adultos e, geralmente, associado a um estilo de vida com hábitos não saudáveis, a insulina é produzida, mas não consegue fazer o efeito adequado para favorecer a entrada de glicose nas células. Assim, a glicose se eleva no sangue e estimula o pâncreas a produzir mais insulina. “A glicemia elevada, que pode ser avaliada por meio da dosagem dos níveis da glicose no exame de sangue, é um dos parâmetros para diagnosticar o diabetes”, esclarece.

A principal abordagem para a regulação do diabetes é manter os níveis normais de glicose no sangue. No caso do diabetes tipo 1 e diabetes tipo 2 avançado, a injeção subcutânea de insulina é necessária para controlar os níveis de glicose no sangue.
 
Segundo Bottoni, o diagnóstico precoce é essencial, já que se trata de uma doença complexa, que ao se tornar descompensada, pode gerar complicações como insuficiência renal, neuropatia diabética, problemas na visão e vasculares.
 
O nutrólogo ressalta que a adoção de hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada e prática de exercícios físicos, é importante para prevenir o diabetes tipo 2 e essencial para controlar o tipo 1, em conjunto com acompanhamento médico e uso de medicamentos.

Tratamentos alternativos
Há muitos anos, terapias alternativas para o tratamento do diabetes têm sido investigadas. Alguns métodos estão em ensaios clínicos e outros na fase pré-clínica. Uma recente pesquisa publicada no Jornal Internacional de Macromoléculas Biológicas mostrou que, no futuro, suplementos à base de quitosana podem ser alternativas para combater o diabetes.

Entretanto, atualmente, existem algumas limitações à recomendação da quitosana para o tratamento do diabetes, já que a eficácia antidiabética da quitosana depende do peso molecular, viscosidade e grau de desacetilação dessa substância.
 
Sobre o Hospital IGESP
Fundado em 1956, o Hospital IGESP é um hospital geral de máxima eficiência e perfil cirúrgico, conceito atestado em sua competente equipe de profissionais da saúde, mobilizada para cuidar dos pacientes de forma global. O corpo clínico é composto por especialistas renomados que estão em constante processo de atualização e aprimoramento de novas técnicas que visam garantir a eficiência da assistência e o bem-estar dos pacientes. Para mais informações acesse: www.hospitaligesp.com.br
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp