04/07/2022 às 11h29min - Atualizada em 04/07/2022 às 18h21min

Repleta de novidades e com novo Circuito, Claro Uphill Serra dos Órgãos (RJ) emociona com grandes histórias

Além dos desafiadores da prova de 21k, os corredores puderam experimentar as provas de 8,5 km e 5 km pela primeira vez na serra

SALA DA NOTÍCIA Uphill Marathon
https://uphillmarathon.com.br/
Thiago Diz
A Serra dos Órgãos, e seus cenários deslumbrantes entre as cidades de Guapimirim e Teresópolis, no Rio de Janeiro, recebeu neste final de semana (2 e 3 de julho) a etapa inaugural do Circuito Claro Uphill Marathon, conhecida como a prova de subida mais desejada do Brasil. Cerca de 2.500 atletas amadores e profissionais fizeram história ao participar de uma das principais provas do calendário brasileiro que, em 2022, está repleto de novidades. Até o final do ano, serão mais três eventos Uphill Marathon: Rio do Rastro (SC), dias 3 e 4 de setembro, Nova Friburgo (RJ), de 7 a 9 de outubro, e Corcovado (RJ), de 26 a 28 de novembro.

Apresentada pela Claro e organizada pela X3M Entretenimento, a Uphill Marathon trouxe novidades para os “Ninjas Runners”, como são conhecidos os participantes da prova. Além da Uphill Challenge 21km, a meia maratona mais emocionante do país, os atletas puderam se divertir em corridas de entrada para o nicho de subida no asfalto, com as opções Uphill Experience 8,5 km e Treino Warm-Up 5km.
 
Outras ativações, como Claro Tornado, um ventilador gigante instalado para impulsionar os atletas na pista inclinada, diversos cuidados no pós-prova, como massagem e crioterapia, um Village completo ao som da playlist especial da Claro Música, Uphill Store, vídeo Claro 360º para o registro único dessa experiência, e muita animação entre os participantes e familiares.
 
Na prova de 21k, o primeiro colocado Eliezer de Jesus Santos cravou o tempo de 01h25m20s. Na segunda colocação, Fabio Sanches completou em 01h25m59s. O terceiro colocado Marcos Oliveira Paixão fez o tempo de 01h26m20s. Todos os vencedores já pontuaram para o Circuito, que oferecerá as maiores premiações do país da modalidade.  Já no feminino, a grande campeã foi a maratonista Rejane Ester, que cravou o tempo de 1h38m45s. A segunda colocação ficou com a atleta Claudia Cristina Custódio, com o tempo de 1h50m37s. Por fim, na terceira colocação, com o tempo de 1h51m49s, a atleta Elida Cordeiro de Oliveira garantiu seu no lugar no pódio.

“Graças a Deus, eu consegui”, resumiu o campeão e novo recordista da Uphill Marathon, Eliezer de Jesus Santos. Campeã do feminino, a atleta Rejane Santos também comemorou a vitória. “Foi bem difícil por ser de subida, mas graças a Deus eu conquistei a vitória. Estou muito feliz!”, concluiu.

“A comunidade da corrida de subida se reencontrou em mais um grande evento. Foi um festival de emoções e gestos de respeito à natureza. Feliz em ver novos rostos sendo batizados no desafio das distâncias mais curtas e os sempre impressionantes corredores ninjas que aumentam a dose de adrenalina para superar a meia maratona”, disse Bernardo Fonseca, CEO da X3M e atleta de esportes de aventura.

“Partimos em setembro para a Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina, para mais uma etapa histórica, e voltamos ao Rio de Janeiro para fechar o calendário do novo Circuito Uphill cada vez mais inclusivo e divertido. Estamos trabalhando duro para levar toda essa energia para Nova Friburgo e, em seguida, fechar o ano sob as bênçãos do Cristo Redentor, no Corcovado.”, completou.
 
Personagens da etapa de Serra dos Órgãos - o educador físico Alcir Cesário dos Santos, 53 anos, retornou à Serra dos Órgãos com uma missão dobrada. Ele encarou a intimidadora meia maratona empurrando o cunhado, Marcelo Rios, 43 anos, que tem microcefalia e consequente retardamento mental, em um triciclo adaptado para corridas. A parceria dos dois parentes que moram em Duque de Caxias vem desde 2018, quando completaram 10 km; dessa vez os 21 km foram um teste que emocionou muita gente no evento.
 
"Uma emoção sem tamanho voltar a este lindo percurso, agora com a companhia especial de meu cunhado e amigo Marcelo. Já superamos vários desafios juntos em corrida de rua. Mas nada se compara à subida da Serra dos Órgãos. Além da dificuldade da inclinação, ainda tem o ponto de corte no Km 8, ou 2 horas de prova, e o tempo limite de 4 horas. Hoje podemos dizer que nos tornamos verdadeiros ninjas runners!", comemora Alcir, que já planeja ir com o parceiro para as etapas seguintes de Uphill no Rio de Janeiro (Nova Friburgo e Corcovado).
 
O evento na Serra dos Órgãos também contou novas histórias, como a de Seu Delino Tomé, 68 anos, que conseguiu arrumar espaço na agenda de ultramaratonista para estrear na Uphill. "Embora a Serra dos Órgãos seja o templo dos meus treinos, não participei do ano passado. Então foi uma satisfação correr em casa, perto da família e dos amigos. Primeiro os 5 km no sábado e depois os 21 km no domingo. O trecho curto próximo à Cachoeira do Garrafão é a subida mais difícil. A minha estratégia foi ter cautela, começando mais cadenciado para encaixar as passadas e só assim engrenar um ritmo mais forte para subir a serra", contou Seu Delino, mais um apaixonado que entra para a comunidade da corrida de subida. 
 
Com patrocínio da Claro e apoio de Porto Seguro, Klabin, Land Rover, Maçãs Turmas da Mônica e agradecimentos às prefeituras municipais de Guapimirim e Teresópolis e da Polícia Rodoviária Federal, a Uphill Marathon Serra dos Órgãos mescla a adrenalina e a imprevisibilidade típicas de uma corrida de subida.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp