16/06/2021 às 11h25min - Atualizada em 16/06/2021 às 11h40min

Concurso CBMDF: autorizada novas contratações. VEJA

Concurso CBMDF foi realizado em 2016 ofertando 780 vagas

SALA DA NOTÍCIA Kamila Aleixo
https://blog.grancursosonline.com.br/ultimas-noticias/

O presidente da República, Jair Bolsonaro, promulgou o dispositivo que permite o governo do Distrito Federal contratar mais bombeiros para o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (concurso CBMDF).

O dispositivo estava previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021, mas tinha sido vetado pelo Chefe do Executivo. O veto foi derrubado pelo Congresso Nacional e assim a autorização de contratação de bombeiros  voltou a fazer parte da LOA 2021.

Conforme a Lei publicada no Diário Oficial da União no dia 11 de junho, poderão ser contratados 378 bombeiros. Contudo, o Congresso só aprovou ajuste orçamnetário para a contratação de 178 bombeiros.

O último concurso CBMDF, realizado em 2016, ofertou 780 vagas e remunerações que variaram de R$ 5.108,08 a R$ 11.654,95. O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Social – Idecan organizou os certames.

Confira ao longo desta matéria mais informações sobre o concurso, para facilitar, navegue utilizando o índice abaixo:

Concurso CBMDF: situação atual

  • 11/06/2021: autorização para que o Distrito Federal possa contratar mais bombeiros é promulgada

Lei nº 14.144, de 22 de abril de 2021, que estima receita e fixa a despesa da União para o exercício financeiro de 2021 foi promulgada.

Segundo o texto publicado, o governo do Distrito Federal está autorizado a contratar 378 bombeiros.

  • 31/08/2020: suspensão do prazo de validade

Em agosto de 2020, o Presidente da Comissão Permanente de Concursos, Paulo César da Silva, resolveu suspender o prazo de validade do concurso CBMDF para matrícula no Curso de Formação de Praças Bombeiros Militares (CFPBM), Oficiais Bombeiros Militares (CFOBM) e no Curso de Habilitação de Oficiais Bombeiros Militares (CHOBM).

  • 22/05/2020: Reajuste do VPE sancionado pelo Presidente da República

O Presidente Jair Bolsonaro sancionou no dia 22 de maio de 2020 a  Lei nº 14.001 de 2020 (projeto de Lei nº 1, de 2020), que tem como objetivo conceder reajuste para as forças de Segurança do Distrito Federal. Para o CBMDF, o valor da Vantagem Pecuniária Especial (VPE) foi majorado em 25% para todos os postos/graduações. No dia 26 de maio de 2020, Bolsonaro assinou a Médida Provisória garantindo o reajuste salarial.

projeto de Lei nº 1, de 2020 foi aprovado em turno único no Congresso Nacional no dia 13 de maio de 2020.

Anteriormente, o presidente Jair Bolsonaro assinou no dia 24 de dezembro de 2019 a proposta de emenda à Constituição e medida provisória tratando da transferência da gestão do Fundo Constitucional para o Distrito Federal. Mas no dia 27 de dezembro de 2019, Bolsonaro voltou atrás e disse que conceder o reajuste imediatamente poderia gerar problemas com a Lei de Responsabilidade Fiscal.

A proposta de Aumento para as Forças de Segurança do Distrito Federal foi assinada pelo governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha no dia 20 de novembro de 2019 em solenidade realizada no Palácio do Buriti.

  • Projeto prevê excluir limite de admissão anual

Está tramitando na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 5604/2019, que tem como objetivo eliminar o limite anual de ingresso de efetivo no CBMDF. O texto altera o art. 84 e o Anexo III da Lei 12.086/2009, que estabelece um limite de 377 novas admissões por ano.

De acordo com a autora do projeto, a deputada Erika Kokay (PT-DF), os atuais limites de ingresso de bombeiros militares não são suficientes para atender as demandas da população nos próximos anos.

“Se não houver novos ingressos e muitos bombeiros militares seguirem para a reserva nos próximos cinco anos, a falta de efetivo poderá se agravar, podendo atingir a marca de apenas 3.927 bombeiros militares, o que equivale a 40% do total do efetivo previsto”, relata.

Atualmente, o CBMDF tem 5.706 bombeiros militares, sendo que o efetivo fixado na Lei 12.086/09 é de 9.703 bombeiros.

  • 13/12/2019: validade prorrogada

No dia 13 de dezembro de 2019, foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal que o prazo de validade do concurso do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, realizado em 2016, havia sido prorrogado até dezembro de 2021. Mas, agora a contagem do prazo de validade está suspensa.

Concurso CBMDF: remuneração e benefícios

Segundo o último edital de 2016, a remuneração oferecida para Cadete Bombeiro Militar do primeiro ano era de R$ 5.108,08. No segundo ano passaria para R$ 6.338,87.

Para Aspirante a Oficial, a remuneração ofertada foi de R$ 9.945,64.

Já para 2º Tenente, a remuneração foi de R$ 11.654,95.

Para o cargo de Soldado 2º classe, a remuneração bruta oferecida foi de R$ 5.108,08.

A remuneração ofertada para Soldado 1ª classe foi de R$ 6.338,87.

 

Resumo do concurso CBMDF

Concurso CBMDF  Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal
Banca organizadora Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Social- Idecan
Cargos diversos
Escolaridade nível superior
Carreiras militar
Lotação Distrito Federal
Número de vagas 780
Remuneração de R$ 5.108,08 a R$ 11.654,95
Inscrições  de 18/07/2016 a 18/08/2016
Taxa de inscrição de R$ 90,00 a R$ 140,00
Data da prova objetiva 09/10/2016
Links dos últimos  editais

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0