16/06/2021 às 13h55min - Atualizada em 16/06/2021 às 20h20min

Brasil testa primeira ponte aérea com reconhecimento facial do mundo

Aeroporto de Congonhas estreia o Embarque + Seguro 100% do Sistema de Embarque Digital com o uso de biometria simultânea de passageiros da ponte aérea entre Rio de Janeiro (Santos Dumont) e São Paulo A tecnologia, desenvolvida pela IDEMIA captura a biometria facial em uma fração de segundos, proporcionando ainda mais agilidade ao processo de embarque e evitando filas e atrasos.

DINO

O Projeto Embarque + Seguro 100% do Sistema de Embarque Digital, usando o reconhecimento facial do governo brasileiro, chega nesta terça-feira (15 de junho) no Aeroporto de Congonhas (SP). Pela primeira vez no mundo, os passageiros da ponte aérea entre as capitais de São Paulo e Rio de Janeiro participarão do teste simultâneo desta tecnologia ponta a ponta, sem a necessidade de apresentar cartão de embarque ou documento de identificação. O Projeto do Ministério da Infraestrutura, desenvolvido em parceria com Serpro e a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, já foi testado nos aeroportos de Florianópolis (SC), Salvador (BA), Santos Dumont (RJ) e Belo Horizonte (Confins).

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20210616005827/pt/

(Photo: Business Wire)

(Photo: Business Wire)

(Photo: Business Wire)

Após a aprovação do projeto piloto, o Governo Federal avançará com ações para implantação efetiva da tecnologia nos principais aeroportos brasileiros. A tecnologia visa tornar o processo de embarque em aeroportos mais eficiente, ágil e seguro. "É a primeira vez que os testes são realizados simultaneamente em dois dos nossos aeroportos, estabelecendo assim, de forma inédita, uma lançadeira aérea 100% biométrica entre RJ / SP, que tem o quinto maior movimento do mundo", destaca o secretário-executivo do MInfra, Marcelo Sampaio.

Ao longo do dia, os passageiros da Azul Linhas Aéreas que viajam entre os aeroportos de Congonhas e Santos Dumont serão convidados a experimentar a tecnologia de reconhecimento facial biométrico para acessar a área de embarque e aeronaves em ambos os terminais. "Embarque + Seguro combina validação biométrica e análise de dados, garantindo uma validação precisa, ágil e segura da identidade dos passageiros, que podem assim viajar com mais conforto e tranquilidade. A solução está em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e tem como premissa a segurança no processamento de dados pessoais contra o uso indevido ou não autorizado", enfatiza o presidente do Serpro, Gileno Barreto.

Para o presidente da Infraero, Brigadeiro Paes de Barros, "o Embarque + Seguro da ponte aérea une dois itens essenciais que agilizam os processos de embarque, que são segurança e facilidade para o passageiro e todo o sistema de aviação civil".

De acordo com Márcio Lambert, diretor de Segurança Pública e Identidade (PSI) da IDEMIA no Brasil, "O reconhecimento facial é uma tendência global e o Projeto Embarque + Seguro, realizado conjuntamente pela MInfra e Serpro, mostra que Brasil está no caminho certo para digitalização aeroportuária. A tecnologia da IDEMIA é aplicada nos aeroportos mais modernos do mundo, como Changi em Cingapura, e oferece um alto nível de segurança para passageiros, companhias aéreas e operadoras de aeroportos, pois seu algoritmo é altamente preciso, atingindo um índice de autenticidade extremamente alto na identificação de indivíduos. A IDEMIA tem o orgulho de participar deste projeto junto com o Governo Federal do Brasil e de habilitar o primeiro sistema de embarque 100% digitalizado de ponta a ponta em um serviço de transporte aéreo executivo".

"A última pesquisa global de passageiros realizada pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) diz que 70% dos entrevistados estão dispostos a compartilhar sua biometria para fins de identificação durante o processo de embarque. Nossa experiência global contribui para satisfazer a necessidade da sociedade em voltar a voar. Este projeto inovador desenvolvido pelo Governo Federal permite aos viajantes desfrutar de uma experiência de embarque mais tranquila, segura e confortável e colocar o Brasil na vanguarda do movimento de transformação digital. A IDEMIA como líder global em identidade aumentada tem a missão de facilitar o fluxo de passageiros, criando a possibilidade de interagir e viajar de forma mais conectada. Participar da primeira ponte aérea com um sistema de embarque totalmente digitalizado de ponta a ponta, em ambos os aeroportos, é um marco importante em nossa história", explica Rodrigo Costa, PSI diretor de desenvolvimento de negócios na IDEMIA LATAM.

A tecnologia MFACE, desenvolvida pela IDEMIA, capta a biometria facial em segundos, tornando o processo de embarque ainda mais ágil e evitando filas e atrasos. A solução combina a comodidade e segurança da validação de dados e respeita a privacidade dos passageiros de acordo com o LGPD, garantindo um processo mais higiênico, eliminando o manuseio de documentos e papéis e evitando riscos de contaminação.

"O controle do sistema biométrico da IDEMIA segue padrões de alta qualidade, confiabilidade e segurança e oferece mais agilidade e conforto aos passageiros, tornando o processo operacional aeroportuário mais inteligente, a identificação do passageiro da companhia aérea mais precisa e gerando a segurança exigida pelo governo", adicionou Márcio Lambert.

Como funciona

No momento do check-in no aeroporto, o passageiro da Azul Linhas Aéreas é convidado a participar do projeto. Caso o passageiro concorde, então uma mensagem é enviada para o celular informado no aplicativo, solicitando autorização para obter os dados do passageiro, incluindo o CPF e uma foto. O comissário de bordo, mediante consentimento e usando o aplicativo do Serpro desenvolvido para esse fim, realiza a validação biométrica do cidadão, comparando os dados e a foto tirada no local com os bancos de dados governamentais.

Depois de validado, o passageiro é liberado para entrar na sala de embarque e na aeronave passando pelos pontos de controle biométrico, cujas câmeras realizam a identificação do passageiro sem a necessidade de o usuário apresentar qualquer documento ou cartão de embarque.

Segurança total

No projeto piloto, são medidos indicadores como redução no tempo de filas, no acessoàsala de embarque eàaeronave, além dos custos de operação. Com os testes, espera-se aumentar a segurança do aeroporto, já que o reconhecimento facial permite uma identificação precisa dos passageiros.

"Caminhamos para um embarque biométrico totalmente seguro em todos os aeroportos do país. Além de a medida ser segura do ponto de vista sanitário, ao eliminar o manuseio de papéis durante a pandemia, garante a proteção total dos dados dos usuários, pois o Embarque + Seguro 100% do Sistema de Embarque Digital atende a todos os preceitos do LGPD", afirma Marcelo Sampaio.

Parcerias

O Serpro é parceiro estratégico do MInfra na agenda digital de transporte do país, mas o Embarque + Seguro conta também com a colaboração de companhias aéreas e aeroportos onde foram realizados os testes, o que tem permitido o aprimoramento do projeto em cada etapa. O teste piloto da ponte aérea está sendo implementado com o apoio da Infraero e da Azul Linhas Aéreas. A tecnologia de estações de identificação facial foi desenvolvida pelas empresas Digicon, IDEMIA e Azul/Pacer.

A IDEMIA, líder global em identidade aumentada, oferece um ambiente confiável que permite aos cidadãos e consumidores realizarem suas atividades críticas diárias (como pagar, conectar-se e viajar), tanto no espaço físico quanto no digital.

Proteger nossa identidade se tornou uma missão crítica no mundo em que vivemos hoje. Representando a Identidade Aumentada, uma identidade que garante privacidade e confiança e garante transações seguras, autenticadas e verificáveis, reinventamos a maneira como pensamos, produzimos, usamos e protegemos um dos nossos maiores ativos – nossa identidade - seja para indivíduos ou para objetos, quando e onde a segurança for importante. Nós fornecemos Identidade Aumentada para clientes internacionais dos setores financeiro, telecomunicações, identidade, segurança pública e IoT. Com cerca de 15.000 funcionários em todo o mundo, a IDEMIA atende clientes em 180 países.
Para mais informações, acesse www.idemia.com / Siga a @IdemiaGroup no Twitter

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Imprensa:

Agency Facto Relevante

Angelita Gonçalves: angelita.goncalves@agenciafr.com.br /(11) 9.9196-1129

Marcos Viesi: marcos.viesi@agenciafr.com.br / (11) 9.7642-3998


Fonte: BUSINESS WIRE

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0