14/01/2020 às 15h56min - Atualizada em 14/01/2020 às 16h33min

Medicamento antidemência da GNT Pharma “crisdesalazina” demonstra eficácia no estudo clínico de fase III em cães de companhia com demência

A crisdesalazina demonstrou melhora significativa na função cognitiva na medida primária de resultadoA crisdesalazina demonstrou melhora significativa na demência nas medidas secundárias de resultado

DINO

A GNT Pharma concluiu com sucesso um estudo clínico de fase III para a crisdesalazina, um novo medicamento para o tratamento da síndrome da disfunção cognitiva canina, ou doença de Alzheimer canina.

No estudo clínico realizado com 48 cães de companhia com disfunção cognitiva grave em sete hospitais veterinários, incluindo o Seoul National University Animal Hospital, o grupo tratado com crisdesalazina demonstrou uma eficácia notável e significativa em comparação ao grupo placebo na escala de classificação de disfunção cognitiva canina, a medida primária de resultado, assim como na escala de demência canina, a medida secundária de resultado. A eficácia foi identificada nos tratamentos de 4 e 8 semanas em cães de companhia que receberam 5 mg/kg ou 10 mg/kg de crisdesalazina. Não foram encontrados eventos adversos relacionadosàadministração de crisdesalazina.

O grupo de pesquisa de Davis da Universidade da Califórnia relatou que 28% dos cães de companhia com 11 a 12 anos e 68% desses cães com 15 a 16 anos sofrem de disfunção cognitiva. Conforme a expectativa de vida dos cães de companhia aumenta, graças ao avanço da ciência e da saúde veterinária, a taxa de prevalência de demência também está aumentando. Mas o aumento de cães de companhia com demência representa um grave problema socioeconômico devidoàindisponibilidade de tratamento para cães com demência.

A crisdesalazina é um medicamento de alvo múltiplo desenvolvido para fornecer forte efeito antioxidante e ação anti-inflamatória segura para prevenir a placa amiloide, o emaranhado neurofibrilar e a neurodegeneração que causam a doença de Alzheimer e a demência do cão de companhia. Anteriormente, os cientistas da GNT Pharma provaram que a crisdesalazina reduz as placas amiloides e a morte neuronal, melhorando a função cognitiva nos modelos da doença de Alzheimer em camundongos.

“A demonstração de segurança e eficácia notável da crisdesalazina em cães de companhia com demência é um resultado inovador, e, recentemente, solicitamos a patente PCT”, disse o dr. Jin Hwan Lee, chefe da divisão de saúde animal da GNT Pharma.

“Esperamos concluir o estudo clínico de fase II com pacientes com doença de Alzheimer em 2 a 3 anos”, disse o dr. Byoung Joo Gwag, diretor executivo da GNT Pharma e inventor da crisdesalazina. “Esperamos enviar uma solicitação ao Ministério da Segurança de Alimentos e Medicamentos no segundo semestre para o estudo clínico da crisdesalazina para o tratamento da doença de Alzheimer”.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

GNT Pharma

Dr. Jin Hwan Lee

+82-70-4261-0797

jhlee@gntpharma.com


Fonte: BUSINESS WIRE
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp