23/01/2020 às 19h09min - Atualizada em 23/01/2020 às 19h09min

Casos suspeitos de coronavírus em Videira são descartados

Casos suspeitos de coronavírus em Videira são descartados

Repórter Marcos Antonio - Marcos Imprensa
Rádio Barriga Verde
Os dois casos suspeitos de coronavírus no município de Videira foram descartados, após exame laboratorial. semelhantes da doença após retornarem de uma viagem para Tailândia.

A informação foi repassada pela Secretaria Municipal de Saúde de Videira no final da manhã desta quinta-feira, 23. Os pacientes, um homem e uma mulher com idade entre 30 e 40 anos, começaram a apresentar sintomas. O material coletado foi enviado para o LACEN (Laboratório Central de Saúde Pública) em Florianópolis.

Como poderia se tratar de uma doença nova que começa a assustar no continente Asiático, o exame teve prioridade. Por precaução os pacientes ficaram isolados. Segundo a secretaria, ainda não existe um protocolo específico de tratamento, apenas que o paciente deve ser colocado em isolamento o mais rápido possível e iniciar tratamento para pneumonia. 

O coronavírusu 25 mortes na China e centenas foram infectadas, de acordo com um boletim da Organização Mundial da Saúde (OMS). No dia 31 de dezembro de 2019, a OMS foi alertada sobre vários casos de pneumonia em Wuhan, na província de Hubei, na China. O vírus não parecia ser conhecido.

Uma semana depois, em 7 de janeiro, as autoridades confirmaram a identificação de um novo vírus que está sendo chamado temporariamente de 2019-nCoV. A OMS está trabalhando com as autoridades chinesas e especialistas do mundo todo para saber mais sobre esse vírus, como ele afeta as pessoas, como deve ser o tratamento e o que os países podem fazer para responder a essa crise. 

Até o momento, 25 pessoas morreram e O QUE SE SABE SOBRE O CASO ATÉ AGORA O vírus é novo? Segundo a OMS, sim. Ele pertence a uma cepa desconhecida até agora de coronavírus, uma família de patógenos que abrange de resfriados comuns até a Sars, que matou 349 pessoas na China continental e 299 em Hong Kong em 2002 e 2003.

Arnaud Fontanet, chefe do departamento de epidemiologia no Instituto Pasteur de Paris, disse à AFP que a cepa do vírus atual é em 80% idêntico geneticamente ao da Sars. A China compartilhou o genoma do vírus com cientistas de outros países, para fins de estudo.

Com esse  dá o contágio? A OMS afirmou, na segunda-feira, 20 que acredita que a fonte primária do surto tenha origem animal, e as autoridades de Wuhan disseram que o epicentro do vírus está no mercado de peixes. No entanto, a China confirmou mais tarde que o vírus se espalhou entre os seres humanos sem contato com o mercado.

Nathalie MacDermott, do King’s College, em Londres, disse que o vírus pode ser transmitido pelo ar quando a pessoa infectada tossir ou espirrar. Médicos da Universidade de Hong Kong disseram na terça-feira que haveria cerca de 1.343 casos em Wuhan, número semelhante à projeção de 1.700 na semana passada no Imperial College de Londres. Ambas as estimativas são superiores aos números oficiais.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp