22/06/2021 às 16h41min - Atualizada em 23/06/2021 às 00h00min

BASF contribui para o desenvolvimento de vacinas e terapias para combater a Covid-19

A empresa está atualmente apoiando o desenvolvimento global de mais de 80 terapias, fornecendo ingredientes e conhecimentos fundamentais.

SALA DA NOTÍCIA BASF
https://farma.basf.com/
divulgação
Há mais de um ano, uma força-tarefa internacional do segmento Farma  da BASF vem colaborando com empresas farmacêuticas no desenvolvimento de vacinas e terapias para combater a Covid-19. A empresa está atualmente apoiando o desenvolvimento global de mais de 80 terapias, fornecendo ingredientes e conhecimentos fundamentais.
Em 11 de março de 2020, a Organização Mundial de Saúde declarou a Covid-19 como uma pandemia global. Em poucos dias, uma equipe do negócio de Soluções para Farma formou uma força-tarefa internacional com o objetivo de identificar oportunidades de contribuir para o desenvolvimento de medicamentos e vacinas que têm o potencial de salvar vidas, a fim de combater o vírus. Hoje, essa força-tarefa continua analisando diligentemente os pedidos de patente, os estudos clínicos, as publicações científicas e médicas e as notícias para identificar e analisar potenciais colaborações com empresas que desenvolvem vacinas e tratamentos da Covid-19.
"As empresas farmacêuticas estão procurando desenvolver quatro categorias amplas de terapia, bem como kits de diagnóstico da Covid-19", diz Nitin Swarnakar, do Marketing Técnico Global de Soluções para Farma e chefe da força-tarefa. "As categorias terapêuticas incluem medicamentos antivirais, anticorpos monoclonais, vacinas e produtos de venda livre, como desinfetantes, por exemplo”.
Graças às investigações da equipe, a BASF está atualmente apoiando o desenvolvimento de mais de 80 terapias, fornecendo ingredientes fundamentais. Metade deles já são terapias econômicas, e há mais 50 formulações sob investigação. "Além da pesquisa e desenvolvimento de vacinas em andamento, outro fator crítico é encontrar maneiras de tornar os medicamentos antivirais e outras terapias mais acessíveis aos pacientes", comenta Swarnakar. "A maioria dos medicamentos atualmente em uso precisa ser administrada de forma intravenosa em um ambiente hospitalar. Infelizmente, essas terapias são mais eficazes se administradas aos pacientes antes de ficarem gravemente doentes. Portanto, temos de continuar inovando com os nossos clientes e desenvolver formulações alternativas, como um comprimido de dose oral que os pacientes possam tomar em casa”.
"No verão passado, nossos clientes estavam extremamente pressionados para fornecer os antivirais que eram urgentemente necessários", afirma Rainer Dobrawa, chefe do Serviço Técnico de Soluções para Farma da Europa. "A criação da força-tarefa permitiu-nos apoiar rapidamente os clientes com experiência de aplicação e opções de formulação globalmente”. Christian Seufert, líder global de Soluções Farmacêuticas, afirma: "estou orgulhoso da força-tarefa e de todos os que contribuíram para dar certo. Continuaremos a adotar uma abordagem proativa e colaborativa com nossos clientes em todo o mundo para fortalecer nossa capacidade de combater o vírus”.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0