15/08/2022 às 14h04min - Atualizada em 16/08/2022 às 00h02min

Preço da cesta básica diminui em Campo Mourão, no PR

Em agosto houve queda de 2,4% em relação a julho; Produtos que mais baixaram de preço foram a batata, tomate e óleo de soja

SALA DA NOTÍCIA Mem Comunicação
www.grupointegrado.com.br
Divulgação | Centro Universitário Integrado
O valor da cesta básica nacional de alimentos para o sustento de uma pessoa adulta na cidade de Campo Mourão em agosto é de R$ 632,80, redução de 2,4% em relação ao mês de julho. Esse valor representa 56,44% do salário mínimo líquido. Quem recebe o piso estabelecido por lei precisa trabalhar 114 horas e 51 minutos para adquirir a cesta de alimentos para seu sustento.

Os dados foram divulgados pelo Centro Universitário Integrado - por meio do Departamento de Pesquisa do Grupo de Pesquisadores do Núcleo de Empreendedorismo, Pesquisa e Extensão (NEPE) - em parceria com o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Campo Mourão (Codecam). Este é o sexto mês que o índice é calculado no município.

O indicador, denominado como ICB – Grupo Integrado de Campo Mourão, segue de forma adaptada a metodologia que o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) adota para a pesquisa nacional da cesta básica de alimentos.

Variações
Ao observar o comportamento do valor da cesta básica no período de abril a agosto, verifica-se que a redução do valor da cesta básica no município ocorreu após oscilações nos últimos três meses.

Quando se compara a variação do valor da cesta básica de Campo Mourão com a variação do valor da cesta dos 17 municípios que participam da pesquisa do DIEESE, verifica-se que, dez cidades apresentaram reduções, sendo que as mais expressivas foram registradas nas seguintes capitais: Natal (-3,96%), João Pessoa (-2,40%), Fortaleza (-2,37%) e São Paulo (-2,13%).


Sobe e desce
Outro indicador observado na pesquisa do ICB foi a variação de preço dos produtos que compõem o índice.

Os produtos que apresentaram os maiores aumentos no preço médio no mês de agosto foram o leite integral (17,23%), a manteiga (15,74%), a farinha de trigo (11,94%), o açúcar refinado (10,73%), o arroz (7,13%) e a banana (5,05%). Já os produtos que apresentaram as maiores reduções no preço médio no período foram a batata (-44,53%), o tomate (-35,53%), o óleo de soja (-15,53) e o feijão carioquinha (-9,64%).

Para o DIEESE, esses aumentos ocorreram em virtude do impacto da estiagem nas pastagens que reduziram a oferta de leite e somada aos altos custos de produção, com alimentação do gado e medicamentos, que resultaram em elevação do preço do produto no campo. Outro fator que afetou o custo de produção foi o clima seco e a ausência de chuvas.

Capitais
Os dados do DIEESE demonstraram ainda que a capital com maior valor da cesta básica no Brasil em agosto é São Paulo (R$ 760,45) e a capital com o valor mais baixo é Aracaju (R$ 542,50). Em Curitiba o valor da cesta básica é de R$ 688,78.

O município de Campo Mourão permanece com valor da cesta básica maior do que cinco capitais do Brasil: Recife (R$ 616,63), Natal (R$ 587,58), Salvador (R$ 586,54), João Pessoa (R$ 572,63) e Aracaju (R$542,50). No entanto, o custo da cesta básica em Campo Mourão é menor do que nas capitais da região Sul (Florianópolis R$ 753,73; Porto Alegre R$ 752,84 e Curitiba R$ 688,78).


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp