29/08/2022 às 18h34min - Atualizada em 29/08/2022 às 18h34min

Mulher, esfaqueada pelo ex-companheiro, morre no hospital, em Videira

Ela havia sido conduzida em estado grave ao hospital pelo SAMU

Redação
A mulher que foi esfaqueada pelas costas por seu ex-companheiro no início da manhã desta segunda-feira (29) em Videira teve sua morte confirmada. Ela havia sido conduzida em estado grave ao hospital pelo SAMU. A vítima foi identificada como Camila Correia, 26 anos. Camila era mãe de dois filhos, sendo um de dois e outro de sete anos. O corpo foi encaminhado ao IML de Campos Novos. Ainda não há informações sobre o sepultamento.


Uma ocorrência movimentou a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Samu na manhã desta segunda-feira (29) em Videira no bairro Carboni, rua Severino José Pasqual. Por volta das 7h15 da manhã um homem de 36 anos desferiu vários golpes de faca na ex-companheira de 26 anos, que não queria mais reatar o relacionamento.

De acordo com informações coletadas no local, o autor estava desde sexta-feira (26) na residência, e hoje pela manhã, após a mulher ter tomado café e ido pegar a roupa para ir ao trabalho, o homem atacou a vítima pelas costas.

Um homem que morava também na residência, padrasto do autor, tentou segurá-lo, mas sem êxito. A mulher acabou caindo na área externa da casa. O autor, ao sair da casa, desferiu vários golpes de faca em seu próprio pescoço, vindo a cair próximo à rua.

A mulher foi socorrida pelo SAMU e encaminhada ao hospital com ferimentos cortantes nas costas. O homem foi encaminhado ao hospital pelos bombeiros apresentando ferimento cortante no pescoço. Após a entrega das vítimas no hospital, as equipes de resgate ajudaram a equipe médica na ressuscitação cardiopulmonar da mulher.

Ainda, de acordo com informações apuradas no local, o autor do crime estava separado da vítima há cinco meses e a vítima já havia registrado uma medida protetiva contra o autor.


A Polícia Militar efetuou registros fotográficos da cena e resguardou o local. A Polícia Civil assumiu as investigações sobre o fato.

Com informações Rádio Vitória 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp