31/03/2020 às 10h28min - Atualizada em 31/03/2020 às 10h33min

Estratégias adotadas por MEIs ajudam em crise do Coronavírus

Para contribuir com a economia e diminuir o impacto financeiro, empresas estão tomando algumas medidas para continuar em funcionamento pós Covid-19

DINO
https://www.futuraim.com.br/

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma das categorias que está em meio à crise da pandemia Covid-19.  Devido as regulamentações governamentais, muitos comércios foram fechados e pessoas estão em distanciamento social para impedir a propagação do vírus, o que faz com que as vendas caiam. Ao todo, são quase 10 milhões de MEI’s no Brasil, que ajudam na economia do país e na geração de emprego.

Para que essas empresas se mantenham no mercado e em funcionamento pós Covid-19, algumas medidas estão sendo adotadas agora para diminuir o impacto financeiro, assim como: implantação de serviço de delivery, utilização de marketplace e aplicativos de entrega, diminuição de gastos, realização de videoconferência e adaptação ou criação de produtos que atendam a necessidade do consumidor.

A gráfica Web-to-Print FuturaIM, que tem a maioria de seus clientes MEIs, é um exemplo de empresa de grande porte que está funcionando normalmente e que já fez algumas mudanças em seu funcionamento para driblar a crise econômica e diminuir a queda financeira. Tais ações também podem ser adotadas por Microempreendedores.

“Pensando no futuro da gráfica, já tomamos algumas medidas para reduzir as consequências negativas nas contas da empresa, quando essa pandemia passar. No momento, já estamos produzindo embalagens para restaurantes, lanchonetes e fast-food, que atendem com serviço delivery. Mudamos a forma de entrega dos nossos produtos, para facilitar o recebimento do material, sendo possível a entrega por motoboy e retirada no parque gráfico” conta o diretor da gráfica, Wellington Luiz.

Para complementar, Wellington também afirma que o cuidado com os clientes e seus funcionários precisam continuar. “Para diminuir o número de pessoas dentro da gráfica e voltarmos com tudo após a Covid-19, deixamos, parcialmente, os colaboradores em home office, para continuarmos atendendo nossos parceiros com excelência. Férias e banco de horas também foram disponibilizados aos funcionários para que fiquem em casa. Outra novidade é que estamos atendendo com serviço de criação de arte final, através do WhatsApp, para os nossos clientes de lojas físicas”, explica o diretor.

Outra medida voltada para MEIs e ainda em aprovação pelo governo, a Lei de Auxílio Emergencial dá o direito para esses trabalhadores, o valor de R$600 por mês, durante um trimestre, para ajudar na renda familiar. Esse prazo, dependendo do cenário, poderá ser prorrogado por mais três meses. Além disso, os vencimentos de impostos dessas empresas foram prorrogados.

MEI

Microempreendedor Individual é aquele trabalhador autônomo que possui faturamento de até R$ 60 mil por ano na empresa. Esse projeto do Governo Federal foi lançado em 2009, com o objetivo de formalizar essas pessoas que trabalham por conta própria em diversos segmentos econômicos, assim como, cabeleireiro, designer gráfico, revendedor autônomo, fotógrafo, mecânico, web designer, entre outros. Ser MEI garante a ele os direitos trabalhistas e previdenciários, além de ser possível a emissão de nota fiscal com facilidade. 



Website: https://www.futuraim.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »