22/09/2022 às 11h05min - Atualizada em 26/09/2022 às 00h01min

CBDS realiza Campeonato Brasileiro de Atletismo e Natação de Surdos em São Paulo

Evento da CBDS reuniu surdoatletas de todo o Brasil no último fim de semana

SALA DA NOTÍCIA Imprensa CBDS
http://www.cbds.org.br/cbds

Divulgação | CBDS

No último fim de semana, dias 17 e 18 de setembro, a Confederação Brasileira de Desportos de Surdos (CBDS) promoveu, em São Paulo (SP), o Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de Atletismo e Natação de Surdos 2022.

O evento, realizado no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa Marechal Mário Ary Pires (COTP), no Ibirapuera, reuniu cerca de 45 surdoatletas das duas modalidades, vindos de todo o país, nas categorias feminino e masculino.

O campeonato serviu de seletiva para dois torneios internacionais, que serão realizados em 2023. "Os melhores colocados se classificaram para o Mundial de Atletismo Indoor para Surdos, que acontecerá em março do ano que vem, na Polônia, e para o Mundial de Natação, que será realizado em agosto, na Argentina", explica a presidente da CBDS, Diana Kyosen.

 

 

Um dos classificados para o Mundial de Atletismo Indoor para Surdos, que será disputado em março de 2023, na Polônia, o atleta Romailson Santana é uma das promessas do Brasil no desporto de surdos e conquistou três medalhas de ouro nas provas dos 400m, 800m e 1500m rasos. "Estou muito feliz de ter conquistado três ouros e, é claro, o índice para participar do mundial, no ano que vem, na Polônia", comemora. 

 

 

Maior medalhista no surdodesporto e único atleta brasileiro a ter conquistado medalha de ouro em Deaflympics, o nadador Guilherme Maia foi o maior destaque do evento, em São Paulo. Nas piscinas, ele conquistou 14 medalhas de ouro e fez mais uma vez história na piscina do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa Marechal Mário Ary Pires (COTP), no Ibirapuera. 

Guilherme conquistou cinco medalhas de ouro nas categorias nado livre 50m, 100m, 200m e 400m; três ouros na categoria nado borboleta 50m, 100m e 200m; três ouros no nado costas 50m, 100m e 200m; três ouros no nado peito 50m, 100m e 200m; e um ouro na categoria medley 200m.

Com isso, garantiu vaga para o Mundial de Natação, que será realizado na Argentina, em agosto de 2023.

"Ser o recordista mundial, olímpico, dos 200m livre foi um sonho desde menino. Trabalhei duro todos esses anos e hoje agradeço a todos que fizeram e fazem parte dele! Em especial, dedico à minha mãe Andrea Fiore Maia porque sem ela nada teria se concretizado", declarou o atleta. 

 

Brasileiro de Atletismo e Natação de Surdos

 

Para realizar o evento, a CBDS contou com a parceria da Federação Desportiva dos Surdos do Estado de São Paulo (FDSESP) e da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, além do patrocínio das Loterias Caixa.

"O Campeonato Brasileiro de Atletismo e Natação foi um sucesso, Agradecemos a todos os apoiadores, voluntários e também as Loterias Caixa pelo patrocínio. Esse evento, tão importante, mostra a força do desporto de surdos e dá visibilidade para as novas gerações", destaca o diretor de esportes da CBDS, Igor Valério. 

Para saber mais acesse o site da CBDS.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp