26/09/2022 às 15h45min - Atualizada em 27/09/2022 às 00h01min

Mitos e verdades sobre o uso do cateter urinário

Profissional da Coloplast orienta uso do produto

SALA DA NOTÍCIA Maria Estrella
www.coloplast.com.br

Divulgação Coloplast
Cerca de 5 mil brasileiros sofrem lesão medular anualmente e, em sua maioria, precisam esvaziar a bexiga com o uso de um cateter urinário. É o procedimento denominado Cateterismo Intermitente Limpo (CIL), que tem como objetivo evitar possíveis complicações para a saúde dos usuários.

A person with her arms crossed    Descrição gerada automaticamente com confiança baixa

A person with her arms crossed Descrição gerada automaticamente com confiança baixa

A enfermeira estomaterapeuta especialista em marketing clínico de Continence Care da Coloplast, Marthyna de Mello, reforça que, no caso de dúvidas, uma orientação profissional é essencial para garantir o uso correto do cateter.

 
É necessário o uso de luvas para a realização do cateterismo intermitente limpo? 
MITO 
O urologista americano Jack Lapides demonstrou em 1972 que a prevenção da infecção urinária se dá pelo esvaziamento da bexiga. Desta forma, o uso da luva não é necessário na utilização do cateter. 
  
Adotar o cateterismo limpo implica apenas em uma realização higiênica? 
MITO 
Além de lavar as mãos ou passar álcool 70% antes do procedimento, fazer o cateterismo de quatro a seis vezes por dia (de acordo com a orientação do profissional de saúde) e manter-se hidratado garantem uma boa rotina com o cateterismo intermitente limpo e menor risco de complicações. 
  
É possível evitar infecções urinárias tomando antibióticos? 
MITO 
O uso excessivo de antibióticos não é benéfico. O que realmente reduz a incidência de infecção do trato urinário (ITU) quando se trata de CIL é a correta frequência e técnica do procedimento, e o destaque para o uso de cateteres hidrofílicos que são, comprovadamente, a tecnologia que reduz o risco das complicações mais frequentes.   
  
O paciente tem autonomia para decidir quantos cateterismos realiza por dia? 
MITO 
O usuário deve seguir as orientações do profissional de saúde e preencher o diário vesical para saber a frequência ideal para manter a bexiga saudável. 
  
O Cateterismo Intermitente Limpo é a técnica mais difundida do cateterismo intermitente e se baseia em uma boa higiene das mãos (com água e sabão ou álcool 70%) e higiene do canal uretral (usando um lenço umedecido ou gaze úmida com água) sem uso de luvas e antissépticos. 
VERDADE 
A técnica do cateterismo intermitente limpo baseada em uma boa higienização das mãos e do canal uretral sem todo o aparato asséptico, facilita para que o paciente realize o procedimento e tenha uma boa adesão ao tratamento. 
 
Quanto menos etapas de preparo para a realização do cateterismo intermitente limpo, melhor é a adesão do paciente? 
VERDADE 
Quanto mais fácil a realização do procedimento, melhor é a adesão do paciente. Existem três possibilidades de realização do cateterismo intermitente limpo: 
  1. No caso do cateter uretral convencional, o paciente precisa realizar a lubrificação manual.  
  2. Para uso do cateter com necessidade de ativação da lubrificação, é necessário rompimento de sachê, ou preparação com o uso de água destilada (a depender do modelo), para ativar a lubrificação e então realizar o procedimento.  
  3. E no caso do cateter com revestimento hidrofílico, o paciente abre a embalagem e o mesmo já está lubrificado pronto para ser usado, sem necessidade de nenhuma etapa de preparação, o que impacta positivamente na adesão ao procedimento. 
Informações para a imprensa:
Approach Comunicação
Maria Estrella – [email protected]  - (21) 9-9918-1221
Lorena Paiva – [email protected] – (21) 9-8243-1191
Rogéria Lemos – [email protected]  - (21) 9-9769-2066


 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp