26/09/2022 às 14h53min - Atualizada em 28/09/2022 às 00h05min

iCaps: inovadora tecnologia da Apis Flora atenua o sabor e aroma da própolis

Tecnologia exclusiva da líder de apiterápicos no Brasil possibilitou a microencapsulação da própolis

SALA DA NOTÍCIA Fernanda Martinelli

O extrato de própolis já está presente na vida de muitas pessoas, afinal, é de conhecimento público que o produto oferece muitos benefícios para a saúde, em especial, na atividade antioxidante e no auxílio da manutenção da imunidade. Porém, para muitos, ainda é um desafio conseguir consumi-lo devido ao seu sabor e aroma picantes característicos, especialmente para as crianças. Pensando nisso, a Apis Flora, líder em apiterápicos, desenvolveu uma tecnologia inédita no Brasil, capaz de atenuar o sabor e o aroma da própolis. 

A tecnologia iCaps foi desenvolvida utilizando o EPP-AF® - o Extrato Padronizado de Própolis da Apis Flora, um produto obtido por formulação e processo exclusivos, que garantem a reprodutibilidade lote a lote. Então, é utilizada uma exclusiva tecnologia de microencapsulação, na qual as partículas da própolis são encapsuladas, resultando em um extrato de própolis mais agradável ao paladar: o EPP-AF® iCaps. 

Pode parecer algo simples quando se explica dessa forma, mas até ser possível chegar ao EPP-AF® iCaps, foram necessários muitos processos, e tudo começou com uma demanda do mercado externo. “Inicialmente, o projeto era para ajuste e parametrização de demandas de mercado, mas evoluiu para um sistema de microcápsula. A necessidade de atender um cliente no mercado externo nos confrontou com as tecnologias já publicadas na literatura científica e nos abriu uma infinidade de opções e oportunidades, pois era necessário algo muito concentrado, até então inexistente no mercado e, também, ainda não atingido em nível científico e tecnológico”, relembra a farmacêutica líder do Laboratório de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Apis Flora, Dra. Andresa Berretta. 

Dra. Berretta contou com o suporte da farmacêutica Flávia Marquiafavel, responsável pelo estudo e pesquisadora parceira que atuou no projeto através do suporte dado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do CNPQ, que comenta como a pesquisa começou: “O estudo surgiu com a necessidade de se produzir um extrato seco com alto teor e que conseguisse atenuar o sabor da própolis, para podermos facilitar o seu uso na produção de diversos produtos das mais variadas formas farmacêuticas. Apesar de termos as cápsulas de própolis na época, queríamos uma matéria-prima mais versátil – a mesma matéria-prima para utilizar na produção de comprimido mastigável, cápsulas, spray, cremes, e outros produtos. E sendo na forma de extrato seco, o transporte e armazenamento da própolis ficaria mais fácil e mais seguro.” 

Segundo ela, um método de controle de qualidade foi especialmente desenvolvido para essa tecnologia, a fim de assegurar que a metodologia era capaz de romper as microcápsulas e oferecer a concentração correta de própolis, seus marcadores e princípios ativos, posteriormente incluído nos testes de controle de qualidade físico-químico desse produto após sua produção em larga escala.  

Estudos relacionados ao tema, como “Desenvolvimento e caracterização de um novo extracto seco de própolis padronizado obtido por desenho fatorial com elevado conteúdo de artepilina C”; “Própolis aumenta a expressão de Foxp3 e a proliferação linfocitária em pessoas infectadas com HIV”; “Efeito antioxidante do extrato normalizado de própolis (EPP-AF®) em voluntários saudáveis” e “Efeitos da própolis verde brasileira sobre a proteinúria e função renal em pacientes com doença renal crônica” já foram publicados e há muito mais a se explorar. Afinal, dependendo da matéria-prima utilizada para fazer a microencapsulação, é ainda possível ativar, aumentar ou direcionar ações farmacológicas, tornando o microencapsulamento final mais específico para determinado produto. A Apis Flora segue com estudos focados, visando mais descobertas e ganhos na área de apiterápicos, priorizando a qualidade no desenvolvimento de novos produtos.  

Lançamento
Há 40 anos honrando a missão de cuidar, que se expande para além do sentido literal da palavra, a Apis Flora utilizou sua nova tecnologia para lançar uma linha de produtos especial focada no público infantil: a linha PROPOMAX® Kids. 

Os produtos contam com o Extrato de Própolis EPP-AF® iCaps e, aliado a sabores como Tutti-Frutti, Morango e Uva, oferecem aos pais alternativas saborosas para as crianças usufruírem de todos os benefícios da própolis. Os produtos da linha PROPOMAX® Kids podem ser encontrados em farmácias, drogarias e lojas de produtos naturais, por todo o Brasil. 

Sobre a Apis Flora: 
Fundada em 1982, a Apis Flora é líder no mercado nacional no segmento de própolis, mel e extratos de plantas medicinais. A empresa é reconhecida por investir regularmente em pesquisas voltadas ao desenvolvimento do setor no Brasil e, para isso, conta com parcerias com instituições de pesquisa, universidades e agências de fomento ao desenvolvimento – como USP, UNICAMP, UNESP, FAEPA, CNPq, FAPESP e FINEP. A partir dessas parcerias, já conquistou a publicação de mais de 130 estudos que envolveram mais de 400 pesquisadores, além da aprovação de seis patentes, entre elas a do EPP-AF®, um extrato de própolis padronizado e exclusivo que compõe diversos produtos do portfólio da marca, incluindo o PROPOMAX®, utilizado no estudo inédito no mundo que mostra os benefícios desse extrato de própolis para o tratamento da COVID-19. Além de serem comercializados no Brasil, os mais de 100 produtos do catálogo da Apis Flora também são exportados atualmente para mais 30 países, incluindo China, Estados Unidos, Japão e França. 

Informações para a imprensa: PR Consulting Americas 

Fernanda Martinelli- [email protected] - 11 9 1015-5876
Mayara Colucci – [email protected] – 11 91015-3994 
Anthony Dovkants - [email protected] - 11 9 9686-8060
 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp