14/05/2020 às 19h13min - Atualizada em 14/05/2020 às 19h13min

Prefeitura de Lebon Régis lança o Cartão Merenda em casa

Onde todos os alunos da rede Municipal serão coteplado

Repórte Marcos Antonio - Marcos Imprensa
Assessoria de Imprensa
Lei nº 1.654 que garante concessão do benefício e fomenta o comércio local foi sancionada nesta quarta-feira (14) pelo prefeito Douglas Mello
 
A Prefeitura de Lebon Régis, através da Secretaria de Educação e Cultura, anunciou, nesta quarta-feira, 14, a implantação de uma medida inédita voltada à proteção social da população que está sendo impactada pelas ações de contenção da covid-19. Por meio do Cartão Merenda em Casa, serão concedidos 1.654 cartões de alimentação para todos os alunos das unidades de ensino municipais.
 
O vale alimentação será mensal -- maio, junho e julho -- no valor de R$ 50,00, destinado a cada estudante, o que totalizará R$ 150,00 em três meses. O investimento feito pela Prefeitura de Lebon Régis será de R$ 248.100,00. Os valores são oriundos de recursos próprios do Município. Isto é, não serão utilizados recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).
 
O prefeito Douglas Mello enfatiza a importância de mais esta ação realizada durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19). “A Administração Municipal entende que é fundamental amparar quem está passando por dificuldades. Esta iniciativa é importante para o desenvolvimento dos alunos da rede municipal de ensino e para suas famílias. No momento atual, muitos responsáveis pelas crianças e adolescentes não estão trabalhando e precisam garantir o alimento na mesa”.
 
Para o secretário de Administração e Finanças, Mauricio Passos Pinheiro, a medida ajudará a fomentar o comércio local, já que o vale será usado exclusivamente em Lebon Régis. “Ao elaborar este projeto, nós também pensamos nos comerciantes, que estão sendo prejudicados. O investimento mensal nos mercados, padarias e fruteiras será de R$ 82.700,00, visando amenizar os efeitos da crise. Toda pessoa que utilizar o vale deverá solicitar a nota fiscal, pois assim ela ajudará na arrecadação do município”.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »