Tv

Com retomada de atividades práticas, universidade oferece atendimento pelo SUS à comunidade

Por Marcos Antonio em 04/01/2021 às 12:25:27
Em 2021, as aulas práticas e estágios devem ser presenciais. Para as aulas teóricas, algumas devem voltar de forma presencial e outras serão mantidas no sistema online Após o período em que as atividades presenciais foram suspensas em todo o estado devido à pandemia do novo coronavírus, as instituições de ensino catarinenses retomaram os estágios e aulas práticas, com as medidas de segurança necessárias para evitar a disseminação da doença.

Uso de equipamentos de proteção individual, como máscara, álcool em gel, distanciamento social e regras estabelecidas em plano de contingência são algumas das ações previstas pelas universidades que retomaram as aulas.

Como centros de pesquisa, ensino e extensão, as universidades também atuam com atendimentos à comunidade, que puderam ser realizados depois das adequações necessárias para evitar aglomerações e novos contágios da covid-19.

Adequações promovem segurança

Romeu Hausmann, pró-reitor de ensino da FURB, de Blumenau, destaca que a Universidade voltou com as atividades práticas presenciais desde junho desde ano. Hoje, são em torno de 600 professores e 1600 disciplinas ministradas – 400 delas de turmas práticas. Entre 10 e 15 tiveram que ser canceladas neste semestre porque o professor fazia parte do grupo de risco. Os alunos nessa situação puderam optar por cursar a matéria em outra oportunidade.

Algumas disciplinas da dança, medicina veterinária e nutrição foram adaptadas para realização virtual, após entendimento da coordenadoria e colegiado do curso, que contempla professores e estudantes. O restante voltou a ser presencial, mas com uma série de medidas para assegurar a segurança do corpo docente e dos alunos.

Essas quase 400 turmas, distribuídas nos três períodos nos campi da FURB em Blumenau, passaram por adaptações. “Todos os ambientes foram organizados garantindo o distanciamento social. O uso de EPIs é obrigatório em todos os ambientes, dentro do laboratório ou fora, além da higienização frequente do ambiente e dos equipamentos utilizados”, garante o Hausmann.

Os espaços das salas de aula e laboratórios foram previamente inspecionados por um grupo instituído para avaliar a situação do coronavírus na universidade, com profissionais da saúde, médicos, enfermeiros e representantes da coordenadoria de planejamento. Também passaram pelos engenheiros de segurança do trabalho.

Há um protocolo “geral” para as áreas mais simples, como salas de aula, e um específico para laboratórios onde pode haver maior risco, com os da área da saúde. A Universidade fornece aos professores e alunos todos os EPIS necessários. Alguns cursos, como odontologia e medicina, precisam de equipamentos de segurança a mais, como os “face Shields”.

Em 2021, as aulas práticas e estágios devem ser presenciais. Para as aulas teóricas, algumas devem voltar de forma presencial e outras serão mantidas no sistema online.

Inovação na aprendizagem

A partir deste ano, a FURB passou a contar com um Laboratório de Simulação Realística no campus 5. Nele, um robô, parecido com uma pessoa, do sexo masculino, tem reações e movimentos de um ser humano. Ele é capaz de simular respiração, pulsação e também situações clínicas como um acidente vascular cerebral, uma crise de asma, choques ou traumas.

O laboratório foi inaugurado pelos estudantes de Medicina da FURB em julho, com equipamento comprado no final do ano passado. Os alunos e professores podem praticar de forma ativa o atendimento de urgência e emergência, com sintomas previamente programados pelo professor.

“O médico insere no robô alguns sintomas. Há uma intervenção por parte dos alunos, que fazem atendimento dessa suposta pessoa. É muito próximo da realidade. Tivemos uma atividade onde os professores formaram 40 médicos e 20 enfermeiros da rede pública de atendimento da prefeitura para o aprendizado da entubação rápida”, completa Hausmann. A FURB deu esse curso para aprimorar esse procedimento devido à crise do novo coronavírus e mantém atividades periódicas com os estudantes do setor da saúde.

Universidade retoma atendimentos gratuitos à comunidade

Durante a paralisação das atividades presenciais, os atendimentos à comunidade foram suspensos. Depois, serviços das clínicas de odontologia e atendimento médico tiveram um retorno gradativo. Todos os estágios já estão acontecendo normalmente.

Os cursos da saúde fazem atendimento presencial gratuito voltado à comunidade. Tatiana Caetano, enfermeira da Policlínica Universitária, aponta que houve redução de 30% na agenda de atendimentos, para diminuir número de alunos de estágio e evitar aglomerações. Também houve queda na procura, devido à crise causada pela pandemia. “Fizemos mudanças estruturais, como barreiras nas recepções, avaliação de aparelhos de ar condicionado e fracionamos os horários de chegada dos pacientes. O médico mede a temperatura na porta e o paciente só entra no prédio na hora do atendimento dele”, explica Caetano.

São feitos em torno de 60 atendimentos por dia. A FURB possui convênio com a Secretaria de Estado da Saúde para atendimento exclusivo pelo SUS a pacientes de Blumenau e mais 13 municípios da região do Médio Vale do Itajaí.

A Policlínica conta com 55 funcionários, entre colaboradores e estagiários fixos. Além deles, passam pela estrutura cerca de 70 alunos e 40 professores por semana, que prestam atendimento em aulas e estágios supervisionados da área da saúde, como medicina, biomedicina, farmácia, psicologia e fisioterapia.

O curso de direito também presta serviços a partir do Núcleo de Práticas Jurídicas, que fica no Fórum.Após um período de atividades remotas, também retornou com atendimentos presenciais.

O período de matrículas da FURB acontece de 12 de janeiro até 19 de março. Mais informações no site da FURB

Fonte: G1 SC

Comunicar erro

Comentários