01/06/2020 às 15h29min - Atualizada em 01/06/2020 às 15h33min

A importância de garantir a eficiência do Data Center

Geralmente, data centers são providos de sistemas contra incêndio, contra inundações e restrição de acesso. Apesar dessas providências, faz-se necessário o controle rígido sobre os níveis de umidade.

DINO
https://www.thermomatic.com.br/

Milhões de informações circulam por um data center. Uma simples informação bancária, por exemplo, circula normalmente por mais de um servidor, tal é a complexidade da transferência e processamento de dados.

Nessas centrais de processamento, não se admitem erros. A confiabilidade tem que ser total. Portanto, cada equipamento e cada componente tem de se manter íntegro.

Uma inimiga silenciosa que pode causar danos, prejudicando o funcionamento de servidores e o armazenamento de dados, é a umidade. Dada a extrema sensibilidade dos equipamentos de um data center, eles exigem um processo de climatização cuidadoso. 

Geralmente, data centers são providos de sistemas contra incêndio, contra inundações e restrição de acesso. Apesar dessas providências, faz-se necessário o controle rígido sobre os níveis de umidade.

Devido ao número descomunal de informações transitadas pelos data centers, eles são centros de processamento que não devem estar sujeitos a interrupções. Apenas a título de exemplo podemos citar data center de bancos, processadoras de cartões e comércio, dentre tantos outros. Uma breve interrupção pode significar prejuízos enormes às empresas.

São inúmeros os danos que pode ser causados pela umidade em um data center, como provocar o desencapamento de fios, curtos-circuitos e incêndios, perda ou comprometimento de dados, danos aos equipamentos (aos próprios servidores), entre outros. E o resultado disso sempre são perdas financeiras.

Se por um lado as temperaturas elevadas podem provocar danos nas ligas de estanho das placas eletrônicas e até curtos-circuitos, por outro, a umidade pode potencializar dessas ações, causando inclusive a corrosão de peças essenciais para o funcionamento dos servidores. 

Além de pó e gases, fungos e outros microrganismos, que se proliferam com a umidade, acabam prejudicando o desempenho de máquinas e equipamentos. Dentre os microrganismos, os que causam mais danos são justamente os fungos, principalmente bolor e mofo. Além de se espalharem pelas paredes, acabam atacando componentes eletrônicos. 

A umidade pode atacar um data center independente do seu porte, como aconteceu com os centros de processamento de duas gigantes: o Facebook, gigante das mídias sociais, e a IBM, pioneira no mercado de hardwares.

São relatados casos em que a umidade provoca alterações dentro da placa de circuito impresso, responsável por conduzir corrente elétrica para os componentes eletrônicos. Dessa forma, a performance do equipamento é afetada. A falha nos circuitos acaba demandando trocas de peças e manutenção com maior frequência, o que diminui a produtividade dos servidores.

Os desumidificadores são imprescindíveis para controlar a umidade ambiente nos data centers, preservando a credibilidade de operação no processamento de dados e transferência de informações.

O Desidrat, da Thermomatic, foi desenvolvido com tecnologia de ponta e apresenta os melhores resultados em data centers das mais variadas complexidades.

Os equipamentos inibem a proliferação de fungos e a formação de gotículas de água no ar. Através da ação de seu sistema de filtros, elimina impurezas dispersas, como focos de poeira, devolvendo ao ambiente um ar muito mais puro e saudável e garantindo o funcionamento completo dos data centers!

Saiba mais em:https://www.thermomatic.com.br/aplicacoes-desumidificadores-para-comercio/desumidificador-para-data-center.html



Website: https://www.thermomatic.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »