03/06/2020 às 10h25min - Atualizada em 03/06/2020 às 10h42min

Alternativas que restaurantes encontraram para não parar as vendas em meio à pandemia

Com a maioria dos restaurantes de portas fechadas para a prevenção ao coronavírus (COVID-19), os empreendedores têm investido no delivery, drive-thru ou take-out para não parar as vendas.

DINO
https://anota.ai/
Alternativas para os restaurantes seguirem funcionando com a pandemia

Desde o começo do aumento dos casos de coronavírus (COVID-19) no Brasil, os estados vêm tomando medidas de prevenção que incluem o fechamento do comércio e mantém apenas os serviços essenciais, como nas áreas de Saúde e Segurança.

Com pequenas flexibilizações para o setor de alimentação, muitos restaurantes brasileiros ainda estão impedidos de abrir as portas para receber os clientes ou devem restringir a capacidade de pessoas dentro do salão. Parte desses negócios optaram por adiantar as férias dos seus funcionários, porém com o prorrogamento da quarentena em muitos estados, existe a necessidade de retornar as atividades de alguma forma para gerar lucro.

Para quem está buscando opções de como reabrir os seus negócios ou seguir mantendo o lucro nesse período, investir na tecnologia e reinventar suas modalidades de venda são as alternativas que podem colaborar com o rumo dos restaurantes no país.

MODALIDADES DE VENDA PARA RESTAURANTES

Com o fechamento de bares, restaurantes e cafés, os empreendedores recorreram as alternativas que permitissem a venda dos produtos em segurança e de acordo com as leis previstas em seus municípios, por exemplo, investindo nos sistemas de drive-thru, take-out ou delivery.

O drive-thru e o take-out são modalidades de venda semelhantes, baseadas no serviço de "pegue e leve", porém a primeira é direcionada para o atendimento ao clientes diretamente nos seus veículos de locomoção. Se o restaurante não está localizado em um ponto que ofereça agilidade para a entrega dos pedidos em carros, optar e divulgar que o restaurante tem o serviço de drive-thru não é uma boa opção.

Já a modalidade de venda take-out não requer que existam muitas alterações para os restaurantes que atendiam presencialmente os seus clientes, pois basicamente o atendimento vai ser na porta do restaurante, apenas realizando o pagamento e entregando o produto. Como a própria tradução do termo já sugere, "pegue e vá embora".

Dentre as opções para os restaurantes, também está o serviço de delivery, que realiza a entrega de produtos direto no endereço solicitado pelos consumidores. Mas mudar para essa modalidade de venda não é uma tarefa fácil.

Ter um restaurante delivery requer a contratação de motoboys ou a terceirização desse serviço, o que altera todo o fluxo de funcionamento do estabelecimento, pois se antes o tempo era calculado em atendimento e preparo, agora ele passa a ser atendimento, preparo e mais a locomoção até a entrega.

OTIMIZAÇÃO DO TEMPO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

Para os restaurantes que já utilizavam as redes sociais para ter mais canais abertos de comunicação, qualquer uma das três modalidades são facilitadas em relação ao atendimento ao cliente. Por exemplo, disponibilizar o WhatsApp, Facebook ou Instagram para a realização de pedidos facilita tanto a vida do cliente, principalmente, se ele já está procurando nesses canais uma opção de delivery, quanto colabora com o ritmo de produção do restaurante, evitando a demora na entrega.

Os avanços tecnológicos são ainda maiores no que diz respeito ao atendimento ao cliente, pois eles já permitem que os restaurantes tenham os seus próprios chatbots para atender nas redes sociais de forma automatizada e mais rápida, como fornecido pela empresa Anota AI.

"Essa foi a melhor aquisição que fiz para a empresa! Agora recebo os pedidos e não tenho a preocupação se deixei passar algum cliente", destaca a proprietária da The King's Massas & Petiscos, Júlia Soares, sobre a relevância de ter investido no atendimento automatizado para atender os clientes das redes sociais.

Além de oferecer as opções de retirada no local ou entrega a domicílio, esses sistemas de atendimento para delivery podem ter também a opção de pagamento online, o que vem de encontro com as medidas de prevenção ao coronavírus, pois minimiza ainda mais as interações entre o entregador e o consumidor.

PROMOVER CONFIANÇA AO CLIENTE DO DELIVERY

Nesse período, é fundamental que os restaurantes demonstrem preocupação com a pandemia. Falar de forma transparente sobre os processos de higienização e produção de alimentos, que estão sendo tomados para evitar a propagação do vírus, é uma maneira de cativar e fidelizar clientes nesse período. Agora a produção de conteúdo vinda dos restaurantes se torna ainda mais essencial, para que eles passem autoridade sobre o ramo do seu negócio e, consequentemente, confiança para o seu público.



Website: https://anota.ai/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »