15/11/2022 às 10h26min - Atualizada em 15/11/2022 às 10h26min

Cidade de SC volta a recomendar uso de máscaras após aumento da Covid-19

Crescente do número de casos de Covid-19 no Brasil e em Santa Catarina motivou volta da recomendação

Redação - Marcos Imprensa
NDMAIS

O aumento no número de casos de Covid-19 no Brasil e em Santa Catarina motivou a secretaria de Saúde de Penha, no Litoral Norte, a voltar a recomendar o uso de máscaras de proteção aos pacientes que procurarem atendimento nas unidades de saúde da cidade.
A recomendação passa a vigorar a partir desta quarta-feira (16). Ainda não se trata de uma obrigação, mas, segundo o secretário de saúde, Rodrigo Medeiros, “trata-se de uma situação de segurança coletiva, de saúde pública, em que a prevenção se mostrou um grande meio de conter o avanço do vírus”.
Em caso de sintomas, procure um médicoA secretaria ainda reforça a orientação aos pacientes que sentirem sintomas da doença, como febre, tosse, cansaço, perda de paladar ou olfato, dores de garganta, dor de cabeça, dores e desconfortos, diarreia, irritações na pele ou descoloração dos dedos dos pés ou das mãos, olhos vermelhos ou irritados, dificuldade para respirar ou falta de ar, perda da fala, mobilidade ou confusão, dores no peito. É preciso procurar imediatamente uma Unidade Básica de Saúde para realização do teste rápido.

Da mesma forma, a secretaria de Saúde reforça as orientações para as medidas de higienização pessoal – como o uso constante do álcool em gel. As vacinas contra a Covid-19 seguem disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde. Até esta segunda-feira (14), 29.199 moradores tomaram a 1ª dose e 26.105 a 2ª dose de reforço. Outros 11.399 se imunizaram com a 3ª dose.
Infectologistas defendem uso de máscaraNesta sexta-feira (11), a SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia) defendeu o incremento da vacinação, a volta do uso de máscaras e outras medidas para evitar que o cenário atual de alta nos casos de Covid-19 traga um possível aumento de internações, superlotação nos hospitais e mais mortes no futuro.

A entidade divulgou nota técnica de alerta, elaborada por seu Comitê Científico de Covid-19 e Infecções Respiratórias e assinada pelo presidente da SBI, Alberto Chebabo.

“Pelo menos em quatro estados da federação, já se verifica com preocupação uma tendência de curva em aceleração importante de casos novos de infecção pelo SARS-COV-2 quando comparado com o mês anterior”, diz o texto, baseado nos dados divulgados quinta (10) no Boletim InfoGripe, da Fundação Oswaldo Cruz.

A SBI alerta que o cenário é decorrente da subvariante Ômicron BQ.1 e outras variantes e pede que o Ministério da Saúde, a Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde) e a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) tenham atenção especial às medidas sugeridas.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp