13/08/2020 às 11h18min - Atualizada em 13/08/2020 às 11h21min

Artigos brasileiros são selecionados para exposição na ISQua, maior conferência de Segurança do Paciente do mundo

Cinco trabalhos do UnitedHealth Group Brasil serão expostos na conferência da International Society for Quality in Health Care, considerada a maior autoridade em segurança do paciente e qualidade em saúde do mundo

DINO
http://www.amil.com.br
Segurança dos pacientes é prioritária no UnitedHealth Group Brasil

A segurança dos pacientes é uma das maiores prioridades do UnitedHealth Group Brasil, companhia que controla a operadora de planos de saúde Amil e o grupo médico-hospitalar Americas Serviços Médicos. A empresa adota uma consistente cultura de segurança, com revisão periódica de pontos de melhoria, o que permite a identificação de incidentes de segurança do paciente, assim como oportunidades de correção de processos. Vinte e sete unidades hospitalares da companhia são acreditadas pela Joint Commission International (JCI) ou pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).  Em junho, a área de Qualidade e Segurança, que concentra os protocolos clínicos dos hospitais do grupo e garante a solidez nos atendimentos, alcançou mais um reconhecimento significativo com a aprovação de cinco artigos científicos para exibição na 37ª Conferência Internacional da ISQua (International Society for Quality in Health Care).

A ISQua é considerada a maior autoridade em segurança do paciente e qualidade de saúde do mundo. O congresso ocorrerá em Florença, na Itália, em julho de 2021. “Esta é a primeira vez que casos do grupo são selecionados e ter nosso trabalho apresentado perante as maiores autoridades de qualidade assistencial e segurança do paciente do mundo é um indicativo de que estamos no caminho certo”, destaca Taissa Sotto Mayor, diretora de Qualidade e Segurança do Paciente do UnitedHealth Group Brasil.

O primeiro artigo fala sobre inovação no método de análise de eventos adversos para promover uma cultura de segurança do paciente a partir de um caso do Hospital Pan-Americano (RJ). Foi desenvolvida uma forma de avaliação detalhada de cada etapa do processo a partir de imagens de vídeo de determinado evento adverso e assim foi identificada, cuidadosamente, cada oportunidade de melhoria.

O segundo trabalho trata sobre a aplicação de uma pesquisa sobre a cultura de Segurança do Paciente em unidades ambulatoriais do grupo no Brasil, comparando com levantamento da Agência de Pesquisa e Qualidade de Saúde dos Estados Unidos (AHRQ). Concluiu-se que existem oportunidades para fortalecer a cultura de segurança do paciente em ambulatórios e foi alcançado o objetivo de se conscientizar os prestadores de serviços médicos sobre o tema.

O terceiro texto fala sobre um modelo inovador da Avaliação de Melhoria de Qualidade e Segurança do Paciente, um programa de avaliação interna do UnitedHealth Group Brasil, baseado em  15 normais globais da Health Standards Organization (HSO).  A análise foi realizada em dois hospitais de São Paulo, de média complexidade, nos meses de novembro e dezembro de 2019.

A estruturação de um programa nacional de gestão de riscos é o tema do quarto artigo. O texto apresenta o método e as ferramentas usadas para implementar um programa de gerenciamento de riscos em um grupo de 33 hospitais. Ele permite que o UnitedHealth Group Brasil trabalhe de maneira sistêmica, disseminando as lições aprendidas de uma unidade hospitalar para a outra. E o quinto artigo relata os resultados desse programa, avaliando a aderência ao sistema de notificação do grupo. Ele indica que houve uma maior adesão ao sistema de notificação, ampliando o conhecimento sobre a incidência de eventos adversos nos hospitais monitorados.



Website: http://www.amil.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »