05/10/2020 às 18h19min - Atualizada em 07/10/2020 às 00h03min

IDEMIA e Resa Airport Data Systems foram escolhidos pela VINCI Airports para apresentar uma inovação mundial: uma experiência de passageiro totalmente sem contato e baseada na biometria no Aeroporto de Lyon-Saint-Exupéry

IDEMIA, líder de mercado em soluções de segurança biométrica, e Resa Airport Data Systems (RESA), uma integradora com liderança em sistemas de aeroportos, vão unir forças para oferecer à operadora Vinci Airports do aeroporto de Lyon Saint-Exupéry uma solução sem contato que funciona exclusivamente com dados biométricos de passageiros, desde o registro até o embarque em aeronaves.A tecnologia de reconhecimento facial, associada aos portões automáticos de última geração, oferece uma experiência aeroportuária tranquila, contínua e segura que considera os requisitos atuais de distanciamento social.Um teste com duração de um ano será realizado a partir de 15 de outubro de 2020 para voos entre os países da UE. Os passageiros com partida do Aeroporto Lyon Saint-Exupéry com destino a Portugal em voos da TAP e da Transavia serão os primeiros a usufruir desta opção sem contacto.

DINO

O primeiro registro biométrico de passageiros baseado em smartphone remoto do mundo oferece aos passageiros uma experiência mais tranquila e sem contato, desde o registro da identidade até o embarque. Os rostos dos passageiros - um verdadeiro Open Sesame por todo o aeroporto - são registrados em casa no Mona, o aplicativo de smartphone do Aeroporto de Lyon. Depois desse registro com antecedência, os passageiros podem guardar seus documentos de viagem,àmedida que passam pelo aeroporto sem impedimentos.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20201005005929/pt/

(Photo: Business Wire)

(Photo: Business Wire)

(Photo: Business Wire)

O registro dos passageiros é garantido por uma comparação biométrica entre o seu rosto no smartphone e as digitalizações do seu documento de identidade e cartão de embarque. Este sistema de gerenciamento de identidade totalmente preciso e confiável que a IDEMIA aperfeiçoou permite aos passageiros passar por todos os pontos de controle de identidade.

O mais recente portão compacto biométrico e automático da RESA batizado de Major eGate, que também atende às pessoas com deficiência, vem com uma câmera integrada para que os passageiros possam passar para a área restrita de segurança e embarcar em seu avião apenas com base no reconhecimento facial.

O sistema da IDEMIA é universal, seguro e funciona em odos os sistemas de empresas aéreas, graças ao sistema CUPPS com certificação IATA da RESA. Este sistema estará disponível no Aeroporto de Lyon para voos da Transavia e da TAP para Portugal.

Embora este novo serviço esteja sujeitoàaprovação formal da CNIL1, até a data, a CNIL o recomenda para preservar os dados e direitos dos passageiros.

O vice-presidente executivo de identidade e segurança pública da IDEMIA, Philippe Barreau, disse: “Como especialistas em soluções de segurança biométrica, estamos entusiasmados em oferecer uma inovação mundial ao lado de nossos clientes Vinci Airports e Lyon Airport e de nossa parceira RESA. Este teste aproveita a tecnologia biométrica sem contato que oferece aos usuários uma experiência de aeroporto incomparável, sem renunciaràsegurança. Isso comprova nossa capacidade de inovar constantemente para salvaguardar a confiança dos passageiros e ajudar a pavimentar o caminho para viagens futuras ainda mais tranquilas e seguras”.

O diretor executivo da RESA, Renaud Willard, disse: “As atuais restrições por causa da covid-19 nos obrigaram a repensar em como cuidar dos passageiros e de suas interações com a equipe e o equipamento de segurança dos aeroportos. O teste biométrico em andamento no Aeroporto de Lyon foi possível graçasàcolaboração industrial francesa, por meio da qual a alta tecnologia salvou o dia, apesar da atual pandemia e crise econômica. Mostramos aqui que os passageiros podem passar pelos controles de verificação dos aeroportos sem ter nenhum contato e sem entregar documentos em papel enquanto reforçam a segurança”.

Valérie Vesque-Jeancard, diretora da área de França e Américas da Vinci Airports, disse: “Estamos muito felizes com o lançamento hoje do aplicativo MONA, o primeiro do mundo, em um momento em que os aeroportos precisam de inovações revolucionárias para que possam oferecer aos passageiros uma experiência ainda mais segura, agradável e personalizada. Parabenizo calorosamente todos os funcionários envolvidos, incluindo o pessoal da IDEMIA e da RESA, que conseguiram superar duras restrições nos últimos meses e oferecer um grande teste em apenas um ano”.

A IDEMIA fornece soluções de fluxo de passageiros rápidas e seguras para inúmeros aeroportos ao redor do mundo e gerencia mais de 30 programas governamentais de controle de fronteiras. Em 2017, a IDEMIA instalou um sistema de controle biométrico de identificação com base em reconhecimento facial no Terminal 4 do Aeroporto de Changi, em Singapura, desde o check-in da bagagem até o embarque na aeronave, incluindo a passagem pelo ar e a travessia de fronteiras. A empresa realiza regularmente testes de tecnologia de reconhecimento facial para tornar o embarque mais tranquilo.

A experiência da RESA está na introdução de tecnologia biométrica para a autenticação da equipe de segurança do aeroporto, que precisa se conectar aos sistemas de TI. A RESA está empenhada atualmente em apresentar esta tecnologia no topo dos sistemas existentes de aeroportos de passageiros. Anteriormente, a empresa realizou vários testes piloto, incluindo nos aeroportos de Singapura e Paris.

Sobre a IDEMIA

A IDEMIA, líder mundial em Identificação Aumentada, proporciona um ambiente confiável que permite aos cidadãos e consumidores realizar suas atividades diárias (como pagar, conectar-se e viajar), tanto no espaço físico quanto no digital.

Proteger nossa identidade se tornou uma missão crítica no mundo em que vivemos hoje. Ao defender a Identidade Aumentada, uma identidade que garante privacidade , confiança e transações seguras, autenticadas e verificáveis, reinventamos a maneira como pensamos, produzimos, usamos e protegemos um de nossos maiores ativos - nossa identidade - seja para indivíduos ou para objetos, sempre e onde a segurança for importante. Fornecemos Identidade Aumentada para clientes internacionais dos setores Financeiro, Telecom, Identidade, Segurança Pública e IoT.

Com quase 15.000 funcionários em todo o mundo, a IDEMIA atende clientes em 180 países.

Para mais informações, acesse www.idemia.com / Siga @IDEMIAGroup no Twitter

Sobre a RESA

Com o respaldo de 30 anos de experiência e mais de 1.000 programas de software instalados em 62 países, a RESA é um das maiores desenvolvedores de sistemas aeroportuários e aéreos do mundo.

A empresa é uma pequena empresa inovadora com sede em Vendée que desenvolve, vende e mantém vários tipos de software integrados, que abrangem todas as necessidades do sistema aeroportuário, incluindo o check-in e embarque de passageiros, rastreamento e reconciliação de bagagem, rastreamento de passageiros, portões automáticos, quiosques de autoatendimento e biometria, gerenciamento de voos, alocação de recursos, faturamento, estatísticas, inteligência de negócios e mensagens.

__________________________________
1 Autoridade nacional da França responsável pela privacidade de dados

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Imprensa:

IDEMIA: Hanna Sebbah - idemia@havas.com

RESA: Cécile Simond-Pion, Comunicação e Eventos

marketing@resa.fr

+33 (0)2 51 24 70 00


Fonte: BUSINESS WIRE
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »