21/07/2021 às 12h34min - Atualizada em 21/07/2021 às 16h20min

Férias Escolares com brincadeiras e distanciamento

Professor de Educação Física da Scuola Eugenio Montale dá dicas de como manter o entretenimento das crianças neste período

SALA DA NOTÍCIA xxxxx
www.montale.com.br
divulgação
As férias escolares chegaram, mas com a pandemia ainda há restrições para utilização de espaços coletivos. O professor de Educação Física da Infanzia e Primaria (Infância e Primário) da Scuola Eugenio Montale, Matheus Machado Talmon -l’Armée, acredita que optar por jogos e brincadeiras em que não seja necessário o compartilhamento de materiais e o contato físico entre as crianças é o ideal neste momento. “Apenas o corpo em movimento, criatividade e muita disposição já são suficientes para se divertir”, afirma.

Matheus explica que, para os pequenos, as brincadeiras que envolvem um cenário de muita fantasia fazem sucesso. “As brincadeiras tradicionais de imitação, amarelinha e pular corda também nunca saem de moda. E dançar é sempre muito prazeroso, além de ser uma excelente opção de exercício físico”.

O professor cita o jogo “Pebolim Humano” como uma forma de jogar futebol mantendo o distanciamento entre os jogadores, posicionando-os em regiões pré-estabelecidas da quadra. “É um jogo que exige estratégia e cooperação”, complementa.

Matheus também reforça o papel dos pais no sentido de acolher a criança no período de férias. “Quando os pais participam é sempre mais legal. A criança gosta de ver os adultos fazendo coisas de criança, além de ser um momento que promove a criação de memórias afetivas e de aproximação entre os familiares”.

Ele alerta que, caso os pais levem os filhos para atividades ao ar livre, devem seguir as recomendações de distanciamento, mesmo que os adultos estejam vacinados. “Continuamos orientando os pais e as crianças a seguirem os protocolos de segurança como uso de máscara e do álcool em gel, independentemente do tipo de brincadeira”.

O professor destaca que as férias escolares são um período para as crianças brincarem e descansarem. “A pausa é essencial para um retorno às aulas tranquilo e natural no segundo semestre. O importante é se divertir com responsabilidade, pensando no próximo e respeitando as novas regras de convivência”, finaliza.  
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0