28/04/2021 às 15h05min - Atualizada em 30/04/2021 às 18h44min

Com pandemia, preço do carro seminovo cresce e abre novas frentes de negócios

Se por um lado a pandemia impôs algumas dificuldades, por outro abriu novas oportunidades de negócios. No mercado automotivo, por exemplo, comprar um carro novo tem sido uma tarefa complexa. As montadoras reduziram suas produções (queda de 31,6% em 2020 e 2021 segue mesmo cenário), mas ao mesmo tempo, o mercado de usados e seminovos alavancou em meio à pandemia, trazendo aos empresários do segmento a necessidade de se reinventar.

DINO
http://www.auto2you.com.br

Se por um lado a pandemia impôs algumas dificuldades, por outro abriu novas oportunidades de negócios. No mercado automotivo, por exemplo, comprar um carro novo tem sido uma tarefa complexa, uma vez que as montadoras reduziram suas produções, sobretudo pela falta de insumos. Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a produção caiu 31,6% em 2020.

Ao mesmo tempo, o mercado de usados e seminovos está em curva ascendente. De acordo com dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), em 2020, foram vendidos 12 milhões de usados, contra 14,5 milhões em 2019 (redução de 12,1%). Porém, a entidade considerou o balanço positivo, considerando o isolamento social, fechamento do comércio e paralisação dos DETRANs que ocorreu em grande parte do ano passado.

Para se ter uma ideia, em dezembro de 2020, as vendas de usados subiram 23,6% quando comparadas a idêntico mês de 2019, momento em que a pandemia ainda não tinha chegado por aqui. E a alta se mantém no início de 2021. As negociações de automóveis seminovos e usados no primeiro bimestre superaram em 2,4% o mesmo período do ano passado. Apenas em fevereiro, os negócios fechados foram 13% em relação ao mesmo mês de 2020. Os dados são da Fenauto.

Além da falta de veículos novos, os novos hábitos dos consumidores, que estão preferindo veículos próprios para ir e vir, contribuem para esse crescimento do mercado de seminovos. Vale destacar também a maior facilidade nos financiamentos. O momento é mais favorável para o acesso ao crédito e os juros estão menores.

Expansão na compra e venda de carros pelo Brasil

Essa nova lógica de mercado impactou os negócios da Auto2You, holding pertencente ao Grupo DNR, que trabalha de ponta a ponta na cadeia de compra e venda de veículos seminovos e usados. Entre agosto e dezembro de 2020, a empresa atingiu seu melhor momento em quase 20 anos de história.

“No início da pandemia, passamos por um período bem complicado. O negócio era sobreviver, apenas. A partir de julho, com a falta do carro zero no mercado, tudo começou a andar. Entre agosto e dezembro, vivemos a melhor fase da empresa. Tudo reverteu, batemos recorde atrás de recorde de performance”, conta Douglas Ferracini, Head da Auto2You.

De acordo com o executivo, que está no mercado automotivo há 12 anos, nunca aconteceu nada semelhante. “Hoje o mercado de veículos vive um momento único. Não tem carro no mercado, e isso afetou nos preços, que subiram consideravelmente. Aposto que essa realidade de mercado vai perdurar pelo menos até o final do ano”, acrescenta.

Assim, a Auto2You resolveu investir nesse momento e ampliar as operações, que hoje englobam quase todo o Brasil. A empresa já tinha atuação nas regiões Sudeste, Norte e Nordeste, abrirá um Hub de serviços na região Sul do país, espaço que abriga veículos recuperados, onde recebem melhorias de funilaria, pintura ou manutenção para serem vendidos nos seus multicanais de vendas.

Além de adquirir parte relevante da Renovar Leilões, localizada em Santo Ângelo (RS), mas que atua nos três estados da região Sul.

Essa aquisição faz parte da estratégia da empresa em ampliar a capilaridade, através de Hubs nos principais estados do Brasil, reforçando a multicanalidade, buscando, assim, o melhor negócio para o cliente.

Rio Grande do Sul: um retrato fiel do momento

O brasileiro é um apaixonado por carros, e o Rio Grande do Sul é um típico caso que ilustra bem essa realidade. O carro próprio faz parte da cultura local, um objeto de desejo de todas as idades. E isso se reflete positivamente nas negociações de veículos.

“Aqui na região Sul, a lógica de mercado é inversa: temos muitos clientes, o que falta é produto. A nossa maior dor é não ter veículos para a venda. Com a pandemia, os negócios não foram afetados. Em todos os nossos leilões, vendemos 100% dos carros. O que mudou, na verdade, foi o valor do veículo, que perdeu a referência. Vendemos veículos em leilão a preço de tabela FIPE”, diz Vinícius Corrêa, sócio da Renovar Leilões, empresa de remarketing automotivo que faz remoção, guarda, vistoria, avaliação e preparação e venda de veículos em leilão.

O Grupo DNR, que oferece soluções completas para o segmento de remarketing automotivo, tem em seu currículo mais de 20 anos de atividades no mercado brasileiro e está vivenciando intensamente em seu dia a dia estas movimentações do mercado. Com penetração nacional, o Grupo trabalha em frentes como vendas, cobrança, negociação, big data de localização, gestão de documentos e remarketing automotivo. A holding Auto2You, um dos braços do Grupo DNR, abrange as áreas de vendas físicas e online, por meio de suas nove empresas (Dealers Club, Win Leilões, HubSGA, iCarros Club, Cars2You, Trucks2You, Mais que Cliente, NetCarros e agora Renovar Leilões).

É possível concluir então que diante da pandemia, houve, sim, fatores positivos ao segmento automotivo com a crise, principalmente em relação ao avanço do uso de tecnologia, impulsionando inclusive o crescimento de diversas frentes de negócios.

Para saber mais sobre os serviços que despontaram no mercado automotivo, basta acessar o site da Auto2You.



Website: http://www.auto2you.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0