26/07/2021 às 17h54min - Atualizada em 27/07/2021 às 00h00min

Novo Ensino Médio: programa oferece experiências inovadoras de autoconhecimento para maior adaptação dos alunos

Por meio do Projeto de Vida, SAE Digital e a Escola da Inteligência de Augusto Cury pretendem desenvolver as habilidades dos jovens visando prepará-los para a vida profissional

SALA DA NOTÍCIA Ana Paula Deodato

O Governo Federal lançou o Cronograma Nacional de Implementação para o Novo Ensino Médio, que pretende orientar as escolas na reformulação da etapa de ensino. Com a reforma, as escolas precisarão auxiliar os estudantes no processo de autonomização e descoberta dos próprios objetivos, além de garantir uma educação de qualidade a todos. Pensando nisso, o SAE Digital acaba de anunciar o lançamento do Projeto de Vida, programa que oportuniza o desenvolvimento de jovens por meio de técnicas de autoconhecimento, além de identificação de seus potenciais, interesses e paixões. A ação é realizada em parceria com a Escola da Inteligência, programa educacional do psiquiatra e escritor Augusto Cury, que está há mais de 10 anos no mercado.

Disponível para todas as escolas parceiras do SAE Digital, o Projeto de Vida irá desenvolver inúmeras habilidades comportamentais, hoje bastante fundamentais aos alunos, como cooperação, compreensão, defesa de ideias, respeito e análise do mundo ao redor. 

Segundo Lúcia Chueire, coordenadora editorial do SAE Digital, o Novo Ensino Médio tem como proposta desenvolver condições para que os estudantes possam decidir seu futuro profissional e pessoal. A especialista aponta que o lançamento deste projeto vai trazer inúmeros benefícios para esses estudantes que estão na última etapa da educação básica e, portanto, prestes a ingressar nas universidades e iniciar a carreira profissional. 

“Precisamos prepará-los de forma adequada para essa nova fase da vida. O Projeto de Vida tem como missão proporcionar autoconhecimento e o contato com as opções existentes no mundo como desafios da contemporaneidade — sociais, econômicos e ambientais —, além da tomada de decisões éticas e fundamentadas. A ideia é formar indivíduos críticos, criativos, autônomos e responsáveis para que consigam fazer a melhor escolha possível de seu futuro”, explica Chueire. 

Além de oferecer as experiências necessárias para o mundo contemporâneo, o Projeto de Vida ainda conta com a participação dos professores, que serão encarregados de orientar a descoberta e a análise das diversas possibilidades de trajetória, solucionando dúvidas e respeitando a autonomia dos estudantes para tomarem as próprias decisões. Dessa forma, eles constroem seu próprio ‘Projeto de Vida’, de acordo com suas preferências, observando a responsabilidade social de cada um, descobrindo-se a si mesmos, aos outros e o meio em que vivem.

A especialista ainda conclui que trabalhar o Projeto de Vida na escola possibilita a formação teórica e prática sobre os assuntos, e aliar o conhecimento às vivências aproxima os alunos da realidade e facilita sua escolha futura. “Dessa forma, é possível guiar e levar o estudante a refletir de forma mais profunda sobre sua identidade e seu papel na sociedade. Esse processo de reflexão sobre o que cada jovem quer ser no futuro, bem como o planejamento de ações para alcançar esse propósito, contribui com o seu desenvolvimento pessoal e social”, finaliza.

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas pelo link.

 


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp