Tv

Balneário Camboriú tem aumento de 89% no casos ativos de Covid-19, após festas e praias lotadas

Por Marcos Antonio em 13/01/2021 às 17:56:32
Santa Catarina teve aumento de 24% nos casos ativos de Covid-19 dias depois de eventos no fim de ano. Especialista relaciona registros de aglomerações com aumento de casos. Balneário Camboriú em 2 de janeiro de 2021

Luis Souza/ NSC TV

Balneário Camboriú teve aumento de 89% no casos ativos de coronavírus dias após registro de festas e praias lotadas. Especialista ouvido pela NSC relaciona o crescimento dos doentes com a circulação e aglomeração de pessoas durante as festas de fim de ano no território catarinense (leia a explicação mais abaixo).

Santa Catarina registrou aumento de 24% no número de casos ativos de Covid-19 nos últimos sete dias. O crescimento é puxado, principalmente, pelas cidades do litoral catarinense que registraram a chegada de turistas, festas e praias lotadas no fim de ano.

Florianópolis e Balneário Camboriú registram alta nos casos ativos de Covid

Em 5 de janeiro, 15.992 pessoas estavam em tratamento contra a doença no estado. No último boletim divulgado pelo governo do estado, na noite de terça-feira (12), o número de casos ativos chegou a 19.932.

Já na cidade de Balneário Camboriú teve aumento ainda maior. Em 5 de janeiro, a cidade tinha 216 casos ativos. Sete dias depois, são 410 pacientes em tratamento. Segundo dados do governo estadual, o índice representa aumento de 89%.

A Prefeitura de Balneário Camboriú informou que continua reforçando orientações aos moradores e turistas e que novos fiscais estão sendo contratados.

Em Florianópolis, o aumento de doentes em tratamento cresceu mais do que o dado estadual. Em relação ao último boletim, a cidade tem 48% casos a mais do que a semana anterior. A capital é segunda colocada no número de casos ativos, atrás apenas de Joinville, no Norte, com a maior população do estado.

Aglomeração é registrada em Balneário Camboriú apesar do reforço na fiscalização; FOTOS

Aglomerações, ruas lotadas e descumprimento de distanciamento social são flagrados no Litoral de SC

Festas puxam aumento de casos, diz especialista

Após período de festas, casos ativos aumentam em cidades litorâneas de SC

Em entrevista à NSC, o doutor em Epidemiologia e reitor da Universidade Federal de Pelotas, Pedro Curi Hallal, afirmou que existe relação direta entre eventos, como as celebrações de fim de ano e festas clandestinas, e o aumento de casos ativos. Conforme o especialista, a rede hospitalar também sentira efeitos.

"A primeira coisa que acontece quando a gente passa do ponto, ou seja, quando acontecem aglomerações que não deveriam, de cinco a sete dias depois começam a aumentar os casos. Porque muita gente se contamina naquele dia e muita gente contamina outras. Depois na segunda semana, começa a bombar hospitalização", afirmou o especialista.

Balneário e Florianópolis ficam em duas das dez regiões em situação gravíssima por causa do coronavírus em Santa Catarina. Na região de saúde da Foz do Rio Itajaí, onde fica Balneário Camboriú, a ocupação geral nos leitos dos hospitais públicos está em 91,23%, segundo o governo do estado.

Já na Grande Florianópolis a ocupação está em 75,54%. Na rede particular os reflexos também começam a ser percebidos com aumento do número de internados por causa da doença.

Na manhã desta quarta-feira (13), dos nove hospitais públicos da região Norte, há leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para o tratamento da Covid-19 apenas no Hospital Municipal São José, em Joinville.

Oito dos nove hospitais de Joinville estão com a taxa de ocupação em 100%

O número de mortes por Covid-19 atingiu a marca de 5.707 na terça. Já são 526.024 casos confirmados da doença em território catarinense. A taxa de ocupação de leitos UTI da rede pública no estado é de 80,31%.

Os dados do coronavírus em Santa Catarina contabilizam os casos por cidade de domicílio do paciente. Por isso, os números crescentes no Litoral são dos que nessas cidades e se contaminaram. Oito das 295 cidades catarinenses não têm casos ativos no momento.

Santa Catarina

15.992 casos ativos em 5 de janeiro;

19.932 casos ativos em 12 de janeiro;

Aumento de 24,6% em sete dias.

Veja o aumento em algumas cidades de SC

Joinville, Norte

1.779 casos ativos em 5 de janeiro;

2.290 casos ativos em 12 de janeiro;

Aumento de 28,7% em sete dias.

Blumenau, Valei do Itajaí

1.038 casos ativos em 5 de janeiro;

1.101 casos ativos em 12 de janeiro;

Aumento de 6% em sete dias.

Florianópolis, Litoral

1.334 casos ativos em 5 de janeiro;

1.975 casos ativos em 12 de janeiro;

Aumento de 48% em sete dias.

Balneário Camboriú, Litoral Norte

216 casos ativos em 5 de janeiro;

410 casos ativos em 12 de janeiro;

Aumento de 89% em sete dias.

Palhoça, Grande Florianópolis (litoral)

353 casos ativos em 5 de janeiro;

457 casos ativos em 12 de janeiro;

Aumento de 29% em sete dias.

Garopaba, Grande Florianópolis (litoral)

62 casos ativos em 5 de janeiro;

81 casos ativos em 12 de janeiro;

Aumento de 30% em sete dias.

Tubarão, Litoral Sul

319 casos ativos em 5 de janeiro;

272 casos ativos em 12 de janeiro;

Diminuição de 14% em sete dias.

Chapecó, Oeste

351 casos ativos em 5 de janeiro;

375 casos ativos em 12 de janeiro;

Aumento de 6,8% em sete dias.

Lages, Serra

770 casos ativos em 5 de janeiro;

606 casos ativos em 12 de janeiro;

Diminuição de 21,2% em sete dias.

VÍDEOS: Veja os destaques do G1 SC no BDSC

Veja mais notícias do estado no G1 SC

Fonte: G1 SC

Comunicar erro

Comentários