Tv

Morre Jucy Varella, ex-prefeito de Ca├žador

Ele morreu aos 94 anos ap├│s ser diagnosticado com Covid-19

Por Marcos Antonio em 21/01/2021 às 12:34:09

O ex-prefeito de Ca├žador, Jucy Varella, morreu nesta quinta-feira (21), vítima do Covid-19. A informa├ž├úo foi repassada pelos seus familiares nas redes sociais. Ainda n├úo foram definidos local e hor├írio de velório e sepultamento.

Considerado um homem além do seu tempo, Jucy Varella mobilizou toda a comunidade local e deu uma identidade para Ca├žador. Durante sua administra├ž├úo trouxe para a cidade em pleno desenvolvimento conceitos novos de urbanismo, infraestrutura, educa├ž├úo.

Esta entre outras a├ž├Áes foram motivos de reconhecimento como homem público através da C├ómara Municipal por meio da entrega do Título de Cidad├úo Honor├írio de Ca├žador.

Jornalista, músico e escritor, Jucy Varella nasceu em 12 de mar├žo de 1926 em Tijucas, litoral catarinense. Filho de Adelaide Maria de Campos Gallotti e Guilherme Varella. Viúvo de Irene Alma Dallmann Varella. Irm├úo de Aracy, Cecy, Gecy e Iracy.

Afilhado de Jo├úo Bayer Filho, Catarina Gallotti e Maria Clementina Rosa de Souza, iniciou a vida profissional como engraxate e aos 13 anos come├žou a trabalhar no Cartório de Canoinhas. Atuou como fotógrafo em Tr├¬s Barras, mesma cidade onde foi funcion├írio da Empresa Southern Brazil Lumber and Colonization Company. A sua liga├ž├úo com Ca├žador aconteceu por for├ža do destino.

Ocupando fun├ž├Áes em Tr├¬s Barras como funcion├írio público do Instituto Nacional do Pinho, hoje o IBAMA, Jucy passou por Joinville em 1944, voltou para Tr├¬s Barras de 1945 a 1950. Atuou em Cap├úo Bonito, em S├úo Paulo, retornou a Tr├¬s Barras e finalmente, em 1954, chegou a Ca├žador para implantar a Floresta Nacional de Ca├žador, em Taquara Verde, cumprindo com o anseio de preserva├ž├úo ambiental j├í existente naquela época.

Prefeito de Ca├žador

Jucy Varella foi eleito Prefeito de Ca├žador e exerceu o mandato de 1966 a 1970. Muitas marcas suas foram deixadas, como a constru├ž├úo da Pra├ža da Concórdia, prolongamento da Avenida Bar├úo do Rio Branco até a chamada estrada para Taquara Verde, hoje SC 451, e um dos seus marcos: a constru├ž├úo da sede da Prefeitura. Além de implantar a Divis├úo do Programa de Ensino Prim├írio.

Poder Legislativo

Após a atua├ž├úo no Poder Executivo Municipal, Jucy Varella foi eleito vereador em 1971 sendo presidente até 1972.

Foi presidente do Diretório Municipal da ARENA e Líder do partido na C├ómara Municipal de Ca├žador. Foi preso e julgado pelo Regime Militar, absolvido em última inst├óncia pelo Supremo Tribunal Federal.

Energia para Ca├žador

Fundador da Cooperativa Rural de Eletrifica├ž├úo do Vale do Rio do Peixe em Ca├žador e Presidente de 1973 a 1985, levando energia elétrica para locais antes nunca imaginados do interior do Município.


Lideran├ža e representatividade

Membro Fundador e 1┬║ Presidente da AMARP, Sócio-fundador do Lions Clube de Ca├žador, Presidente da Sociedade Ca├žadorense de Bochas, Diretor da Indústria e Comércio Berger Ltda, depois Sociedade Anônima Viposa S.A., Fundador e 1┬║ Presidente da Associa├ž├úo Profissional dos Empregados em Estabelecimentos Banc├írios de Ca├žador, Fundador da Alian├ža Renovadora Nacional em Ca├žador.

Voluntariado

Aos 20 anos entrou na Loja Ma├žônica Ac├ícia, de Curitiba, foi membro da Loja Ma├žônica Luís Balster e 15 de Novembro, ambas em Ca├žador, e hoje faz parte da Loja Ma├žônica Gide├Áes da Paz de Itapema.

Destaque na comunica├ž├úo

Atuando em veículos de comunica├ž├úo, Jucy Varella foi Radialista em Joinville, Rio Negro e Ca├žador. Colaborou com os jornais "A Imprensa", a "Imprensa Catarinense" e "Di├írio d"Oeste" , todos de Ca├žador e Jornal " O Crack", de Canoinhas. Foi correspondente do "Correio do Norte" de Canoinhas e "A Notícia" de Joinville.

Amor à Educa├ž├úo

Na ├írea educacional, tornou-se técnico em Contabilidade pela Escola Técnica de Comércio Catarinense em Ca├žador em 1963. Quatro anos mais tarde formou-se Bacharel em Ci├¬ncias Econômicas pela Faculdade de Ci├¬ncias Econômicas do Paran├í. Foi professor nos Colégios Aurora, Marcos Olsen e Paulo Schieffler de Estatística, Matem├ítica Financeira, Portugu├¬s, Moral e Cívica, como também Secret├írio do Gin├ísio Ca├žadorense.

Inclusão do conhecimento

Jucy Varella foi Organizador e Professor da Escola de Alfabetiza├ž├úo de Adultos em Ca├žador no ano de 1958. Fundador da Uni├úo Ca├žadorense de Estudantes e seu Presidente de 1961 a 1963. Fundador do Gin├ísio Ca├žadorense Jorge Lacerda em 62. Fundador e 1┬║ Presidente da Campanha Nacional de Educand├írios Gratuitos – Núcleo de Ca├žador, membro da Dire├ž├úo do Mobral de Ca├žador e do Conselho Curador da FEARPE.

Professor na Vida

A sua liga├ž├úo com a educa├ž├úo é t├úo forte que ao implantar o Instituto Nacional do Pinho em Taquara Verde fez quest├úo de ensinar os seus 60 funcion├írios, na época, a ler e escrever. Uma iniciativa própria que usava o tempo depois do expediente para atuar como professor.

Legado literário

Dentre os trabalhos impressos j├í citados de autoria de Jucy Varella, h├í um de grande relev├óncia: a obra "Dicion├írio Corogr├ífico de Ca├žador", publicado em 1970. O objetivo era levar à gente ca├žadorense – especialmente à classe estudantil – o conhecimento da corografia do Município. Nesta obra, hoje pe├ža rara em Ca├žador, podemos identificar um estudo detalhado da geografia ca├žadorense, desde os seus limites, clima e relevo.

Fonte: Ca├žador Online

Comunicar erro

Comentários