Tv

Nasdaq tem segundo recorde consecutivo com transição presidencial

Por Marcos Antonio em 21/01/2021 às 21:41:37
Índice foi impulsionado por ações da Apple, Facebook e outras tecnológicas. Curiosos olham através das janelas da Nasdaq

Richard Drew/Associated Press

O Nasdaq alcançou um novo recorde no fechamento esta quinta-feira (21) em um mercado otimista com a transição presidencial, mas as ações petroleiras caíram diante da perspectiva de medidas do novo presidente americano, Joe Biden.

Impulsionado pelas ações da Apple, Facebook e outras tecnológicas, o Nasdaq subiu 0,6%, a 13.530,91 pontos, o segundo recorde consecutivo.

Enquanto isso, o S&P 500 também alcançou um novo máximo em 3.853,07 pontos, com um pequeno ganho de 0,1%.

O principal índice Dow Jones Industrial Average fechou em terreno negativo ao cair 0,1% a 31.176,01 pontos.

Em um mercado otimista pela proposta de um plano de estímulo de US$ 1,9 trilhão do presidente Biden, as ações petroleiras foram afetadas por alguns anúncios do mandatário, que cancelou a permissão para o oleoduto Keystone XL entre Canadá e Estados Unidos e congelou um plano para extrair petróleo no Refúgio Nacional de Fauna Salvagem do Ártico.

Biden também devolveu os Estados Unidos ao acordo de Paris sobre as mudanças climáticas.

Estas decisões se refletiram em preços díspares do petróleo.

Na véspera da publicação das reservas comerciais de petróleo nos Estados Unidos correspondentes à semana passada, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em março fechou estável em US$ 56,10 (+0,03%) em Londres. E o barril de WTI recuou 0,33% em Nova York, a US$ 53,31.

Vídeos: Últimas notícias de Economia

Fonte: G1

Comunicar erro

Comentários