23/08/2021 às 09h15min - Atualizada em 23/08/2021 às 12h10min

Relacionamento abusivo é tema de live promovida pela Rede Saúde Total

Participantes vão relatar suas experiências e como superaram os traumas

SALA DA NOTÍCIA Karem Soares

Divulgação
Com objetivo de dar continuidade ao Talk Show sobre saúde e divulgar as ações do Projeto Embaixadores do Bem, que apóia o Agosto Lilás, a Rede Saúde Total realiza uma nova transmissão no dia 26 de agosto, às 19 horas, com o tema “Como definir as conseqüências de um relacionamento abusivo”. Com apresentação de um dos sócios  da Rede Saúde Total, Paulo Ribeiro, o evento conta com a participação da Fundadora do Projeto Bastê, Thais Santesi, da Madrinha do Projeto Bastê e Ativista, Silvana Phoenix e da Atriz e Ativista, Cristiane Machado.

O evento será transmitido no Instagram @redesaudetotal

De acordo com a Organização Mundial da Saúde Mulheres, 243 milhões de mulheres sofreram violência física, sexual ou psicológica por um parceiro íntimo. O Brasil é o 5º no ranking de feminicídio, onde três em cada cinco mulheres sofreram ou sofrerão por relacionamentos abusivos. Segundo o órgão, esses casos aumentaram em 50% durante a pandemia.

No documentário produzido por Thais Santasi, fundadora do Projeto Bastê, Silvana Phoenix, relata sua experiência com um relacionamento abusivo e deixa sua marca, encorajando outras mulheres a denunciarem. Em 2018, a atriz Cristiane Machado que atuou em novelas da TV Globo, como “Amor à Vida” e “Malhação”, foi vítima de agressões cometiDas pelo marido dentro da casa em que viviam. Antes de efetuar a denúncia a polícia, escondeu uma câmera no quarto e gravou vários episódios de violência. Em 2019, o ex-diplomata Sérgio Schiller Thompson-Flores, foi julgado e condenado a três anos de prisão, em regime semi-aberto. Para conhecer o Projeto Bastê, acesse www.projetobaste.com

Paulo Ribeiro, sócio da Rede Saúde Total e fundador do Projeto Embaixadores do Bem, falar sobre relacionamento abusivo levanta a reflexão de tudo que se refere ao respeito ao ser humano, e acima de tudo, a mulher. “Essas atrocidades vem acontecendo na sociedade, não é de agora. É preciso dar foco ao tema, sem relativizar. Só quem passa, sabe o quanto dói. Não tem a menor condição de tocar um Projeto com a magnitude dos Embaixadores do Bem, sem trazer esse tema para debate, na base da seriedade. As convidadas vão relatar suas histórias ligadas ao relacionamento abusivo e tenho certeza que esses depoimentos vão elucidar esse absurdo. Algo sem justificativa, e ponto final!”, relatou.
 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp