13/12/2023 às 18h41min - Atualizada em 13/12/2023 às 18h41min

Médico de hospital de Caçador, no Oeste de Santa Catarina que chamou pacientes de ‘gorda, burra e velha’ deve ser afastado, decide justiça

Uma das pacientes informou estar tão traumátizada, que não pretende ter outros filhos; médico terá que ser substituído por outro profissional

Redação - Marcos imprensa
NDMAIS

O Ministério Público determinou que um hospital de Caçador, no Oeste de Santa Catarina, afaste um médico que teria praticado violência obstétrica e ginecológia contra pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde). O homem teria chamado uma paciente de “velha e burra”, e uma gestante de “velha”.
Segundo a decisão, o médico terá que ser substituído por outro profissional em no máximo 30 dias. O MPSC informou que tomou conhecido do caso por meio das próprias vítimas. Os relatos apontam um tratamento grosseiro e desrrespeitoso do médico, afirma o órgão.
Várias das mulheres que denunciaram o médico informaram que o exame de toque do colo do útero, por exemplo, foi feito de forma muito agressiva, causando dor e sangramento. Uma outra vítima informou estar tão traumátizada, que não pretende ter outros filhos.

Uma outra paciente com câncer teria sido chamada de “burra, surda e gorda”. Todas as testemunhas estão sendo ouvidas pela justiça. O caso segue em investigação.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp