Tv

Polícia já tem linha de investigação para morte de dona de mercado

A Divis√£o de Homic√≠dios e Prote√ß√£o à Pessoa (DHPP) analisa as c√Ęmeras de seguran√ßa e j√° tem uma poss√≠vel linha de investiga√ß√£o para o crime da dona de um mercado,

Por Marcos Antonio em 17/11/2020 às 21:36:23

A Divis√£o de Homic√≠dios e Prote√ß√£o à Pessoa (DHPP) analisa as c√Ęmeras de seguran√ßa e j√° tem uma poss√≠vel linha de investiga√ß√£o para o crime da dona de um mercado, na noite desta segunda-feira (16), na Cidade Industrial de Curitiba. Eliane Fernanda Bastian de Goes, 32 anos, foi morta por diversos disparos de arma de fogo, quando deixava o comércio ao lado da esposa. As duas moravam em Fazenda Rio Grande, na regi√£o metropolitana de Curitiba.

Para o delegado Thiago Nóbrega, o crime pode ter rela√ß√£o com o passado de Fernanda. "Possivelmente é um crime de retalia√ß√£o envolvendo o crime de tr√°fico de drogas, j√° que ela tinha um passado ligada às drogas, j√° esteve presa por isso. Atualmente, a companheira dela disse que n√£o estava mais envolvida com o tr√°fico, mas a gente n√£o descarta essa possibilidade", acredita Nóbrega.

Fernanda atuava também como jogadora de futebol.

C√Ęmeras

As investiga√ß√Ķes apontam que um ve√≠culo preto parou próximo ao mercado e fica aguardando a sa√≠da dela de dentro do estabelecimento. "S√£o pessoas que j√° sabiam o hor√°rio que ela frequentava o local, tanto que eles chegaram minutos antes de o mercado chegar e ficaram aguardando. A v√≠tima olha pro lado, v√™ eles na esquina, sai correndo no sentido contr√°rio, porém, os atiradores v√£o atr√°s dela e efetuam v√°rios disparos", descreveu.

Qualquer informa√ß√£o sobre os suspeitos pode ser repassada à pol√≠cia de forma anônima pelo Disque Den√ļncia da DHPP: 0800 643 1121.

Fonte: Banda B

Tags:   Segurança
Comunicar erro

Coment√°rios