19/06/2015 às 06h25min - Atualizada em 19/06/2015 às 06h25min

Mudanças na Delegacia Regional de Curitibanos

Desde 1989 trabalhando na Polícia Civil, o delegado Altair Sebastião Muchalski está atuando em Curitibanos, há pouco mais de um mês, substituindo a delegada Roxane Fávero Pereira, afastada em licença maternidade. Altair explica que permanece como substituto até o retorno de Roxane e, nesse período, sua prioridade tem sido otimizar o trabalho, dando andamento às atividades já existentes.

Altair é natural de São Bento do Sul e sempre viveu na região de Jaraguá do Sul. Ele atuou como delegado em Joinville; em Taió, onde atuou por aproximadamente dez anos; em Campos Novos, por quatro anos; e em demais delegacias regionais, aposentando-se em 2012. Após um ano, foi convidado para voltar à atividade, revertendo sua aposentadoria e trabalhando como assessor da diretoria da Polícia Civil. Hoje, presta serviço de corregedoria do interior e trabalho de ouvidoria em 13 regionais.

Em Curitibanos, ele está buscando dar maior agilidade ao trabalho realizado na comarca, terceirizando algumas atividades, para que o efetivo não precise realizar certas funções. Um exemplo foi a terceirização do pátio de recolhimento de veículos. "Esse foi um dos nossos objetivos já alcançados, melhorando, também, a atividade de fiscalização da Polícia Militar, que, agora, tem onde deixar os veículos apreendidos em pátio conveniado com o Detran", diz.

Outra mudança realizada pelo delegado foi a terceirização do serviço de vistoria veicular, que antes era feito na Delegacia e, agora, é realizado por uma empresa da cidade. Também foi firmado convênio com o Detran para que as multas de pessoas não encontradas em seus endereços sejam lançadas em edital de jornais e automatizadas, fazendo com que os pontos vão diretamente para a carteira, de forma retroativa de cinco anos. Em Curitibanos, o delegado informa que foram encontradas no sistema, 49 carteiras de habilitação já com pontos excedidos.

"Após essa informatização, as pessoas devem estar mais atentas aos pontos, pois seu nome vai constar em sistema que pode identificar as multas, os pontos e o condutor perder sua licença por certo período", explica. Além disso, foi criado, dentro da Delegacia, um setor de Imposição de Penalidades, criado para dar andamento aos processos que estão parados há muito tempo.

Nos municípios atendidos pela Regional, cada Delegacia recebeu a nomeação de um responsável, que terá a liberdade de expedir licenças diárias para eventos, não precisando o deslocamento até Curitibanos, a não ser quando se trata de licenças anuais. Altair ressalta que o objetivo é modernizar o atendimento e dar maior agilidade aos trabalhos com o efetivo existente.

Informações:Jornal Asemana

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp