22/09/2021 às 07h10min - Atualizada em 22/09/2021 às 07h10min

Estiagem, temporais e até ondas de frio: veja como será a primavera de SC

Previsão para primavera indica pouca chuva para a região Oeste de SC e precipitação dentro da média história do Planalto ao Litoral

Marcos Antonio - Marcos Imprensa
ND Mais
Início da primavera ainda terá temperaturas baixas em alguns pontos do Estado. – Foto: Imagens Mycchel Legnaghi/São Joaquim Online/Divulgação ND
Estiagem em uma região; chuva ligeiramente acima da média em outra região, temporais e até ondas de frio com chance de geada. Sim. Isto tudo está previsto na primavera de Santa Catarina, estação que começa às 16h21 desta quarta-feira, dia 22 de setembro.

De modo geral, setembro começa com chuva um pouco acima da média em boa parte do Centro-Leste catarinense, enquanto que na porção Oeste do Estado a tendência é que fique abaixo da média, analisou a meteorologista Francine Secco, da Defesa Civil de Santa Catarina. Portanto, no Oeste e Meio-Oeste persistem períodos de estiagem, isto pelo pouco volume e chuva mal distribuída.

Já no mês seguinte, em outubro, a lógica se inverte: enquanto nas regiões Oeste e Norte chove mais, no restante de SC ficará entre a média e até abaixo dela.

Em novembro, o volume de chuva será abaixo da média em todo Estado, assim como em dezembro. Isto porque a tendência é de que as frentes frias passem de forma rápida sobre o Estado, provocando volumes abaixo da média prevista.

“Entre novembro, principalmente, na primeira semana de dezembro, pouca chuva em Santa Catarina, confirma o mestre em meteorologia Clóvis Correia, da Ciram/Epagri.




Também são esperados temporais típicos da estação, que podem provocar acumulados altos em curto espaço de tempo, como os que vem acontecendo nos últimos dias, complementou Francine Secco.

Em outubro, mês que registra os maiores volumes de chuva do trimestre, os totais variam entre 210 e 280mm no Oeste e Meio-Oeste e entre 140 e 180mm nas demais regiões. Em novembro, a chuva ocorre com totais de 130 a 180mm, em média.

Influência da La Niña

A primavera de 2021 será diretamente influenciada pelo fenômeno La Niña (irregularidade nas chuvas e menor temperatura), de acordo com os principais centros de monitoramento do clima global, que apontam que este evento estará completamente configurado na virada de setembro para outubro.

“Estamos esperando a ocorrência do La Niña durante a primavera, mas o fenômeno deverá ser de curta duração e não muito intenso”, informou a coordenadora de Meteorologia Aplicada, Desenvolvimento e Pesquisa do Inmet, Márcia dos Santos Seabra.

Temperaturas

Em relação às temperaturas, a previsão é de que fiquem dentro da média histórica para a estação no mês de setembro para todo o Estado catarinense.

Já em outubro, a temperatura fica dentro até acima da média para todo Estado. No mês seguinte, fica dentro da média histórica. Em dezembro, começam os picos de aquecimento, embalando para o verão.








 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0