23/09/2021 às 10h15min - Atualizada em 26/09/2021 às 00h00min

IEE capacita 2.731 professores e beneficia mais de 200 mil alunos em 14 estados

Em todas as regiões do País, profissionais aplicam a metodologia do Instituto Esporte & Educação, de Ana Moser, em quatro projetos: Caravana do Esporte, Rede de Escolas Ativas, Formação Continuada de Professores das Redes Públicas e Rede de Parceiros Multiplicadores de Esporte Educacional

SALA DA NOTÍCIA Gustavo Coelho
De norte a sul, em diferentes estados e diversas cidades, o Instituto Esporte & Educação (IEE) tem levado a sua metodologia, baseada nos princípios do esporte educacional, a todas as regiões do Brasil. A capacitação de professores e a aplicação do método por esses profissionais de educação formados pelo Instituto é feita em quatro projetos: Caravana do Esporte, Rede Escolas Ativas, Formação Continuada de Professores das Redes Públicas e Rede de Parceiros Multiplicadores de Esporte Educacional. No total, são 2.731 professores capacitados, beneficiando mais de 200 mil alunos, em 35 cidades, de 14 estados do País.

A metodologia é desenvolvida e aplicada pelo Instituto, criado e presidido pela medalhista olímpica Ana Moser, ao longo de seus 20 anos de atuação. O foco é o esporte educacional, não competitivo, que segue os princípios da inclusão e do respeito às diferenças. Para se adaptar à pandemia da Covid-19, as atividades são em plataforma de Ensino à Distância (EaD).

Na Região Sudeste, os projetos no estado de São Paulo envolvem as cidades de Araçatuba, Itaí, Itatiba, Jacareí, Juquiá, Ouroeste, Paulínia, Pindamonhangaba, Porto Feliz, Santo André, Teodoro Sampaio e a capital paulista. São capacitados, também, profissionais em Belfort Roxo, no Rio de Janeiro. Em Nova Lima, Sabará e Santa Bárbara, em Minas Gerais. E em Baixo Guandú, no Espírito Santo. Na Região Sul, em Rolândia, no Paraná.

No Centro-Oeste, Santa Helena de Goiás e Crixás, em Goiás, e Porto Nacional e Colinas de Tocantins, em Tocantins, recebem os projetos. No Nordeste, Ibotirama, Caetité e Camaçari, na Bahia. Camaragibe, Cabo de Santo Agostinho e Araripina, em Pernambuco. Canguaretama, no Rio Grande do Norte, Marechal Deodoro, em Alagoas, e Carolina, no Maranhão. As cidades de Itabaiana, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, juntamente como professores da Rede Estadual de Ensino, em Recife. E, no Norte, Cararuari, no Amazonas.

Desde o início da pandemia de Covid-19, o IEE buscou soluções para continuar a disseminar o seu método de ensino, adaptando os programas para o formato digital. Assim, deu sequência aos seus projetos, nos novos tempos em meio ao coronavírus. O Instituto migrou todas as ações formativas da modalidade presencial para o formato on-line, planejando, sistematizando e adequando todo o conteúdo de estudo e formação.

“Conseguimos manter as formações dos profissionais de educação em plataformas de ensino à distância, desde o início da pandemia. Estes cursos garantem um aprendizado diferenciado aos professores e, por conseguinte, maior desenvolvimento dos alunos, com ótimos resultados para os dois lados”, afirma Ana Moser, presidente do IEE.

Os projetos - Na Caravana do Esporte, professores foram capacitados no primeiro semestre deste ano no curso de formação continuada à distância “Pedagogia do Esporte Educacional”. Realizado pelo Instituto Esporte e Educação em parceria com a DISNEY, a ESPN e o UNICEF, o projeto tem patrocínios das empresas Itaú, Rede, Mastercard, EDP Renováveis, UNOPAR e Anhanguera, via Lei de Incentivo ao Esporte / Secretaria Especial do Esporte / Ministério da Cidadania.

O Rede de Escolas Ativas é uma ação integrada ao Projeto Formação Continuada de Professores das Redes Públicas, que teve início em novembro de 2020 e será realizado até dezembro deste ano. E, ao final da capacitação, as escolas recebem o Selo Escola Ativa. O projeto tem como financiadores Itaú, Novelis, Bayer, Westrock e Ball, via Lei de Incentivo ao Esporte / Secretaria Especial do Esporte / Ministério da Cidadania.

O Formação Continuada de Professores, em seu oitavo ano, ao longo de 2021, segue formando professores e gestores da área na metodologia do esporte educacional, além de qualificar e ampliar o acesso de crianças e jovens ao esporte dentro e fora da escola. O projeto, em diferentes cidades do País, tem como parceiros AES Brasil, Itaú, Rede, Reservas Votorantim, Anglo Gold, Cyrela e Westrock, via Lei de Incentivo ao Esporte / Secretaria Especial do Esporte / Ministério da Cidadania. 

Já o Rede de Parceiros Multiplicadores de Esporte Educacional capacita professores de Educação Física, professores da Educação Infantil e Fundamental 1 e coordenadores das escolas públicas, iniciado em maio deste ano. O projeto tem como patrocinadores, nos diferentes municípios, Novelis, CTG, Vale, ISA CTEEP, Banco BV, AES Brasil e Bayer, via Lei de Incentivo ao Esporte / Secretaria Especial do Esporte / Ministério da Cidadania.

Sobre o Instituto Esporte & Educação – Criado em 2001 pela medalhista olímpica Ana Moser, o Instituto Esporte & Educação (IEE) já atendeu a 6 milhões de crianças e jovens e capacitou mais de 50 mil professores e educadores em todo o Brasil.

A metodologia do IEE é baseada nos princípios do esporte educacional: inclusão de todos, construção coletiva, respeito à diversidade, educação integral, rumo à autonomia. Além das esportivas, as atividades realizadas são nas esferas da cultura, saúde, cidadania, protagonismo juvenil e ação comunitária.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0