23/09/2021 às 09h34min - Atualizada em 26/09/2021 às 00h00min

Clube do Livro discute ‘A Peste’, de Albert Camus

SALA DA NOTÍCIA Verbo Nostro
O tradicional encontro do Clube do Livro – atividade permanente da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto – será realizado neste sábado (25/9), às 16h. Encerrando o mês de atividades da 40tena Cultural, o programa vai debater a obra de Albert Camus, “A Peste”. Coordenado pela bibliotecária Gabriela Pedrão, o bate-papo será transmitido ao vivo pela plataforma digital e YouTube da Fundação e, para quem quiser participar da conversa, basta acessar o link da plataforma de reuniões ZOOM.

Escrito em 1947, um período pós-guerra, a obra de Camus recebeu atenção recente por conta da pandemia da Covid-19. O livro conta a história da chegada de uma epidemia à cidade argelina de Orã. Sob o olhar do personagem principal, um médico que combate a doença até o fim e após muitas mortes, o narrador descreve como a população vai reagir, caminhando da apatia à ação, e como alguns vão se expor ao risco de contaminação para enfrentar a disseminação da doença. “Ele é um clássico e nós o escolhemos por tudo que estamos vivendo com a pandemia. ‘A peste’ foi um livro muito lido e discutido durante os últimos meses na comunidade leitora. É uma obra importante e que reflete tudo o que estamos vivendo, tanto na crise política quanto na sanitária”, comenta Gabriela Pedrão.

Segundo a bibliotecária há, ainda, espaço para outras visões na obra: como os aproveitadores que lucram com o mercado paralelo de produtos e as autoridades, que hesitam em fazer campanhas abordando a doença. “Espero conversar sobre a situação que estamos vivendo no Brasil, em diversos aspectos diferentes, fazendo uma conexão com a cidade da obra, que enfrenta uma epidemia e todos os seus desdobramentos nos habitantes e na política”, adianta.

Albert Camus referenciou a ocupação nazista da França para escrever “A Peste”, já que, na época, não havia nenhuma crise sanitária no país. O autor foi vencedor do Prêmio Nobel de literatura em 1957 e já vendeu, até 2020, 24,7 milhões de exemplares, isso sem contar as traduções. “A Peste” é um dos maiores livros a ter uma epidemia como tema central.

SERVIÇO
Clube do Livro – “A Peste”, de Albert Camus
Com Gabriela Pedrão, bibliotecária e coordenadora do Clube do Livro
Data: 25 de setembro (sábado)
Horário: 16h
Plataforma de exibição: Plataforma on-line da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto (https://www.fundacaodolivroeleiturarp.com/) e link para participar no ZOOM (https://us02web.zoom.us/j/82993931880)
Participação gratuita

40tena Cultural
O projeto 40tena Cultural, que começou em março de 2020 com uma programação consecutiva, já realizou mais de 120 atividades e interagiu com mais de 40 mil pessoas. O 40tena Cultural, realizado pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, tem como proposta incentivar as pessoas a ficarem em casa durante o período de isolamento social, em virtude da pandemia do coronavírus (Covid-19). Semanalmente são divulgadas atividades que abrangem desde as transmissões ao vivo com artistas e convidados até contação de histórias para crianças, shows, dicas e discussões de livros. Para acompanhar a programação semanal, basta acessar as redes sociais da Fundação do Livro e Leitura:

Instagram (@fundacaolivrorp)
Facebook (https://www.facebook.com/fundacaolivrorp)
Linkedin (fundacaolivrorp)
Twitter (@FundacaoLivroRP)
YouTube (FeiraDoLivroRibeirao)
Plataforma www.fundacaodolivroeleiturarp.com

Sobre a Fundação
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e neste ano de 2021 realizou sua 20ª edição, pela primeira vez, no formato on-line, devido à pandemia do novo Coronavírus. O evento permitiu a presença e a interatividade do público e conectou um público de 27 países: foram aproximadamente 110 horas transmitidas ao vivo e on-line, no período de 20 a 29 de agosto, num total de mais de 60 atividades.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0