30/09/2021 às 18h54min - Atualizada em 30/09/2021 às 18h54min

Acusado de atirar em André Alves é condenado a 11 anos

Jurados não consideraram a tentativa de feminicídio, o que poderia elevar a pena

Marcos Antonio - Marcos Imprensa
Cacador Net
Em júri popular realizado nesta quarta-feira, 29, no Fórum da Comarca de Caçador, o réu Leandro Soares Gonçalves foi condenado a 11 anos, 8 meses e 7 dias de prisão. Ele é acusado de efetuar três disparos de arma de fogo contra o locutor da Rádio Caçanjurê, André Alves.   


Leandro, 39 anos, que está detido desde novembro de 2020, continuará no Presídio de Caçador onde cumpre a pena em regime fechado. Ele foi condenado por tentativa de homicídio com as qualificadoras de motivo fútil e recurso que dificultou a defesa para a vítima, além de posse irregular de arma de fogo.  O réu, que também acertou um tiro de raspão na ex-namorada Neila dos Santos, foi absolvido do crime de tentativa de feminicídio.

Neste caso a condenação foi por lesão corporal contra a mulher no ambiente doméstico.  O júri popular teve quase 10 horas de duração. A acusação foi feita pelo promotor Márcio Vieira que disse ao final estar satisfeito com a pena imputada ao réu.  A defesa do réu poderá recorrer da decisão, mas Leandro permanece preso.

  No júri, foram ouvidas também, além das partes, cinco testemunhas de acusação e três de defesa. A sessão foi presidida pela juíza Rafaela Volpato.  Sentença  Diante do exposto, em decorrência da vontade soberana do Tribunal Popular, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE o pedido contido na denúncia para o fim de CONDENAR réu LEANDRO SOARES GONCALVES por infração ao art. 121, § 2°, II e IV, c/c art. 14, II, art. 129, §9º, todos do Código Penal e art. 12 da Lei 10.826/03, todos na forma do artigo 69 do mesmo Codex, à pena de 10 anos, 3 meses e 13 dias de reclusão e 01 ano, 04 meses e 24 dias de detenção  em regime inicial fechado, além do pagamento de 10 (dez) dias-multa, no valor de 1/30 do salário mínimo vigente à época dos fatos (devidamente atualizado pelo INPC/IBGE).
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0