04/05/2021 às 09h13min - Atualizada em 05/05/2021 às 00h00min

O que são os Opiáceos e Opióides?

SALA DA NOTÍCIA LUCAS WIDMAR PELISARI
Certas substâncias que são utilizadas de maneira medicamentosa podem se tornar o motivo de dependência química. Esse é o caso de medicamentos opiáceos e opioides, mas o que são os opiáceos e opióides?

Os opiáceos e opióides são drogas de atuação similar, mas que contam com estruturas químicas diferentes. São comercializados por receita médica, mas tem um grande risco de causar dependência química e física.

Mas como funcionam essas substâncias químicas? O que são opióides? O que são opiáceos? Prossiga com a leitura do artigo e responda todas as suas dúvidas!

O que são opióides?

Os opioides são uma classe de drogas derivadas da papoula, e suas variações sintéticas e semissintéticas, que possuem efeito analgésico para a dor. Possuem uso legítimo como analgésicos, aliviando a dor e provocando sensação de bem-estar.

Contudo, causa uma sensação exagerada de bem-estar, o que pode levar, quando em exagero, para a dependência química e o vício. E quais são os exemplos de opióides?

Exemplos de opioides

Os principais exemplos de opióides são:
  • Codeína, que tem baixo potencial para criar dependência química;
  • Oxicodona, que pode ser isolada ou combinada (oxicodona e paracetamol, por exemplo);
  • Meperidina;
  • Morfina;
  • Pentazocina;
  • Hidromorfona;
  • Metadona e fentanila, que são usadas para dor grave crônica;
  • Heroína, que é um potente opioide ilegal em muitos países.
 

O que são opiáceos?


Os opiáceos são substâncias derivadas da papoula, que são responsáveis por produzir ações anestésicas. São utilizados para dor crônica, principalmente, e para dor aguda de alta intensidade. Estão incluídos na classe dos opióides.

Eles são um analgésico para dor que age no sistema nervoso central, fazendo o papel de regulagem da sensação de dor. Podem ser naturais (sem modificações) ou semissintéticos, quando há modificações parciais das substâncias naturais.

Nesse caso, quando semissintéticos, são chamados de opióides. E quais são os exemplos de opiáceos?

Exemplos de opiáceos

Os principais exemplos de opiáceos são:
  • Alfentanil;
  • Buprenorfina;
  • Petidina;
  • Remifentanil;
  • Sufentanil;
  • Tramadol;    
  • Nalbufina.
 

Como os opiáceos e opióides podem levar à dependência química?


4,4 milhões de pessoas já fizeram uso ilegal de opiáceos e opioides, sendo esse número 3x maior que o uso de crack. (Fonte: Fiocruz)

Agora que você sabe o que são opióides e opiáceos, é hora de entender quando ambos se tornam um problema. Medicamentos opiáceos e opioides só podem ser usados com prescrição médica, mas há também a venda ilegal e desmedida dos dois.

Os pacientes acreditam que são a única solução para as dores, mas conforme o uso contínuo prossegue, maior se torna a tolerância do organismo. Dessa forma, o consumo se torna cada vez maior para produzir o relaxamento.

Pacientes que tomam essas substâncias químicas por muito tempo para dor crônica correm risco maior de desenvolver algum transtorno. Para conseguirem mais, qualquer torção é usada como desculpa para obterem a prescrição.

Quais são os sintomas de abstinência de opiáceos e opióides?

Os principais sintomas de abstinência são:
  • Cansaço;
  • Ansiedade;
  • Irritabilidade;
  • Insônia;
  • Olhos lacrimejantes;
  • Corrimento nasal;
  • Arrepios;
  • Bocejos;
  • Suores frios e quentes;
  • Deterioração de partes do cérebro;
  • Necrose dos órgãos;
  • Dores musculares;
  • Cólicas abdominais;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Diarreia.
Em casos mais graves, a abstinência de medicamentos opiáceos e opióides pode levar ao estado de coma e morte.

Qual é o tratamento para dependência química?


O tratamento para dependência química dos opiáceos e opióides é difícil, mas possível de ser realizado. Para isso, é necessário força de vontade do usuário, apoio familiar e o uso de tratamento adequado por médicos especializados.

No Núcleo Viver Sóbrio, você encontra profissionais responsáveis e capazes de reestruturar a situação do dependente químico de maneira segura!

Opiáceos são substâncias químicas encontradas na papoula, enquanto opióides são produtos sintéticos de estrutura química diferente. Ambos têm atuação de analgésico, assim como ambos causam abstinência quando usados em excesso.

Agora que sabe o que são os opiáceos e opióides, é momento de entender os efeitos negativos que esses medicamentos podem causar. O reconhecimento do problema é o primeiro passo para a reestruturação do dependente!
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »