20/10/2021 às 17h28min - Atualizada em 21/10/2021 às 00h00min

Black Friday: como evitar lentidão e instabilidade no e-commerce

Grupo FCamara dá dicas de como evitar os principais fatores para perda de faturamento no varejo durante a data

SALA DA NOTÍCIA Natália Peixoto
Desde o ano passado, o e-commerce vem crescendo cada vez mais e dentro desse cenário, a Black Friday, um dos eventos mais importantes do setor, também trouxe resultados satisfatórios para o mercado. De acordo com dados da Neotrust/Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, a data movimentou cerca de R$ 7,72 bilhões no último ano, incluindo a CyberMonday. Mesmo com as grandes vendas, há ainda muitas perdas que o e-commerce pode ter por falta de instabilidade.

Um levantamento da Sofist, consultoria que monitora 105 lojas virtuais com volume expressivo de acessos, mostra que a lentidão e a instabilidade no comércio online custou cerca de R$ 48,7 milhões aos varejistas no último ano. O estudo ainda detectou que, dos 105 sites de venda analisados, 75 apresentaram problemas fortuitos que impediram o consumidor de realizar compras em algum momento entre os quatro dias de monitoramento. Mais de 70% das lojas virtuais ficaram fora do ar em certos momentos, somando, juntos, 15 horas e 26 minutos de indisponibilidade.

Por isso, apresentar um site estável, que não tenha queda e nem lentidão é fundamental para diminuir, ou até mesmo zerar, as perdas no faturamento. Dessa forma, os lojistas podem se destacar ainda mais na data, aplicando ações preventivas de TI para evitar essas instabilidades. "Para ter uma boa TI, temos que entender quais são as expectativas do lojista. Se a ideia é ter 50% a mais de tráfego, então precisamos nos preparar para 70%. O sucesso vem da prevenção. Vale lembrar que a nuvem permite utilizar recursos de auto-scaling que ajusta automaticamente a capacidade para manter um desempenho constante e previsível e esse recurso permite que o lojista seja cobrado pelo real uso e consumo de recursos de seu ambiente", explica Fabio Camara, CEO do Grupo FCamara, consultoria de soluções tecnológicas e transformação digital.

Fabio aponta três dicas que são fundamentais para evitar a lentidão e instabilidade no site. Confira:

1. Atenções dos lojistas no dia da Black Friday
O CEO aconselha que as atenções do lojista devem estar voltadas para três tópicos:
Atualização do preço: Para ele, deve-se prestar muita atenção na atualização do preço promocional, pois ele deve ser alterado o quanto antes, para evitar que clientes acessem a plataforma e não vejam os descontos.
Campanhas de venda: Posts nas redes sociais tem de ser feitos, além de uma mudança no visual do próprio site, com mudança do banner principal para algo que chame a atenção do consumidor, relacionado às ofertas ou ao evento em si.
Esquentar os cashs: Preparar as páginas principais de tráfego dos consumidores, para que eles tenham respostas rápidas do servidor e do sistema.

2. Manter a reputação do site para a data
Emerson afirma que alguns cuidados são necessários para que o cliente sinta confiança na hora de efetuar a compra. Isso depende da reputação do site e da imagem da empresa. O executivo indica que o lojista mantenha o CNPJ da empresa sempre à vista em sua plataforma, para passar segurança ao consumidor. Além disso, aconselha a valorização dos certificados digitais de segurança e um serviço de SAC preparado para atender quaisquer dúvidas ou reclamações de seus usuários.

3. O que fazer para o site não cair na na Black Friday?
Muitos sites acabam caindo durante a data. Emerson deu detalhes do porquê isso acontece: "um dos principais pontos é o volume subestimado de usuários." Baseando-se nessa dificuldade, ele dá a dica: simular números maiores. "Se o setor comercial informa que o número estimado é de 50.000 usuários, durante os testes nós vamos trabalhar com um número no mínimo 30% maior. Se o número vier maior, já estamos preparados para suportar sem nenhum problema".

 
Sobre o Grupo FCamara
Considerada a maior empresa de serviços para e-commerce da América Latina, a FCamara é uma consultoria de TI que promove transformação digital, oferecendo múltiplas soluções tecnológicas, com atuação nos principais players do mercado de saúde, educação, indústrias, entre outros. Após imersão no Vale do Silício, fundou a Orange Ventures, sua própria Venture Builder, que já lançou diversas startups com foco B2B. Saiba mais: www.fcamara.com.br/
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0