21/10/2021 às 16h16min - Atualizada em 22/10/2021 às 00h00min

UniSul e Instituto Pe. Vilson Groh dão início à Formação de Lideranças Comunitárias

A instituição de ensino junto com o Instituto Pe. Vilson Groh formam a primeira turma de liderança comunitária e pretendem continuar com o projeto

SALA DA NOTÍCIA Raiza Rodrigues
https://estude.unisul.br/
Divulgação
A primeira turma da Formação de Liderança Comunitária da UniSul, em parceria com o Instituto Pe. Vilson Groh, teve início na noite de segunda-feira, dia 18 de outubro. As aulas ocorreram de forma simultânea no Campus Pedra Branca, Campus Florianópolis – Dib Mussi e online . Mais de 30 pessoas acompanham a abertura proferida pelo Pe. Vilson, professor Mauri Luiz Heerdt, Reitor da Unisul, e professor Roberto Iunskovski.

O primeiro estudante a chegar na turma da Pedra Branca foi Adriano Manoel do Nascimento. Adriano que trabalha como gerente de uma oficina mecânica, e faz parte de três entidades na baixada do Maciambu, disse que viu neste curso a oportunidade de agregar conhecimento nas áreas em que atua junto à comunidade.

“Faz um mês que fui eleito Presidente da Associação Protetora do Balneário Ponta do Papagaio, também atuo na Ebam (Central de Entidades da Baixada do Maciambu) e no Conseg (Conselho de Segurança). Minha família sempre atuou na comunidade e eu também vejo a importância deste envolvimento. Eu gosto de ajudar, sempre estou disposto a ajudar e desenvolver com as questões comunitárias. Cada um deve fazer a sua parte como cidadão, mas nem todos querem se envolver e assumir compromissos ”.

Já Carla M. de Azevedo, é psicóloga do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), em Palhoça. Carla conta que quando teve conhecimento da formação, gostou muito do cronograma, dos temas que serão fornecidos e dos professores.

“Eu penso que esta formação vai me ajudar muito na compreensão do contexto social em que vivemos, vai fortalecer a minha prática diária no meu trabalho na assistência social. Acredito que o curso vai impactar na forma de perceber o mundo de hoje, as nossas maiores dificuldades e desafios. Vivemos em uma sociedade tão complexa, com tantos agravos por conta da pandemia, que impactam na sociedade. Diante disso, penso que eu posso ser uma ponte para os usuários da assistência social neste encorajamento e a seguirem as práticas de liderança. É importante que cada vez mais esse protagonismo esteja na mão da população para que não sejam retirados os direitos e também saibam ter um olhar crítico em relação aos acontecimentos das repercussões econômicas e sociais. Com o curso pretendo ser uma potencializadora desses movimentos sociais”, enfatiza Carla.

A temática deste primeiro módulo será “A cidadania e o direito a cidade”, que visa formar lideranças aptas para atuarem na sociedade com empoderamento do cidadão; exercer o controle social das políticas públicas; contribuírem com garantia de direito a cidade na perspectiva dos direitos humanos; colaborarem com o aperfeiçoamento da gestão de associações sociais e conhecer os mecanismos para o defensor dos direitos humanos.

O curso é gratuito, tem duração de 120 horas, e foi desenvolvido em seis etapas no formato hibrido, com atividades presenciais e online . Nesta segunda (18) teve início o primeiro módulo. A oferta dos módulos serão independentes, assim como os certificados. A formação garantia, a certificação pela UniSul  e é necessário que tenha frequência mínima de 75% das aulas. O segundo módulo ocorrerá de 29/11 a 17/12 e abordará “Qual é o propósito da liderança social? (Direitos humanos, democracia e cidadania) ”, e ainda não abriram as inscrições.

Durante a abertura da primeira turma da Formação de Lideranças Comunitárias, o professor Mauri Heerdt destacou-se pela importância de cada ser humano se compromete em ser um agente de mudança social. “Esta formação é mais um projeto com o DNA comunitário da Unisul. O objetivo é que a Academia de Líderes Sociais desenvolva uma metodologia de trabalho que colabore com a formação de lideranças, auxilie na compreensão de cidade e oportunidade de formas de melhorar a vida das pessoas ”.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0