31/05/2016 às 07h51min - Atualizada em 31/05/2016 às 07h51min

Coordenadoria da Fatma é solicitada em reunião do CDR

Reunião contou ainda com a apresentação do regimento interno da ADR, apresentação da estrutura da agência e informações sobre o andamento das obras nas rodovias da região

Reporte:Marcos Antonio - Marcos Imprensa
Assessoria de imprensa

Durante a reunião do Conselho de Desenvolvimento Regional (CDR) realizada nesta segunda-feira, dia 30, no auditório da Amarp, em Videira, foi solicitada a implantação da uma coordenadoria da Fatma na regional. A decisão foi levantada pelo grupo que constatou os números referentes aos atendimentos demandados pelos sete municípios integrantes da 9ª Agência de Desenvolvimento Regional (ADR).

"Com base nessa demanda encaminhamos um ofício, assinado por todos os presentes no Conselho, solicitando ao presidente da Fatma a possibilidade dessa implantação, com a contribuição regional do fornecimento da estrutura, bem como de equipamentos e pessoal para atender a demanda" afirmou o secretário executivo e presidente do CDR, Dorival Carlos Borga.

Segundo dados emitidos pela atual coordenadoria da Fatma, fixada no município de Caçador, somente em 2015, nos sete municípios da 9ª ADR, foram requeridas 343 licenças ambientais das 602 requeridas por toda a regional da Fatma, que compreende 18 municípios integrantes das Agências de Desenvolvimento Regional de Videira e de Caçador. Das licenças ambientais emitidas o volume chega a 60% da 9ª ADR e outros 40% nos demais municípios integrantes da esfera regional da coordenadoria da Fatma de Caçador. O volume de licenças emitidas foi de 554 das 925 emitidas para toda a região.

Segundo o prefeito de Salto Veloso, Claudemir Cesca, com a coordenadoria na regional a expectativa é que os trabalhos sejam mais céleres "Hoje todos os municípios sofrem com a demora nas emissões das licenças pela Fatma. Acreditamos que com uma unidade mais próxima, os processos sejam acelerados" afirmou.

Além da implantação da coordenadoria da Fatma na regional, a reunião do Conselho de Desenvolvimento Regional ainda contou com a apresentação do novo regimento do Conselho, que passam a ter função consultiva e não mais deliberativa. Houve a apresentação das novas atribuições da ADR, com destaque para as gerências de Planejamento Regional e Apoio a Políticas Públicas e Políticas Socioeconômicas Urbanas e Rurais.

O secretário Borga ainda atualizou todos os presentes com referência ao andamento dos trabalhos das revitalizações das rodovias regionais e orientou as prefeituras quanto a exigência das placas indicativas de obras que recebem recursos do Governo do Estado.

Por fim, a Audiência do Orçamento Regionalizado, desenvolvido pela Assembleia Legislativa (ALESC), que acontecerá no dia 5 de julho, em Videira, foi tema da reunião, onde foi apresentanda as prioridades elencadas na Plano Pluri-Anual de 2016, e questionado com os conselheiros sobre os pleitos que serão solicitados pela regional neste ano.

"Foi o nosso primeiro encontro do ano e validamos de uma forma muito positiva, atendendo todas as expectativas. O CDR segue reformulado, com novas atribuições e ainda mais engajado com o desenvolvimento regional" finalizou Borga.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp