Mercado BR

SC volta a ter todas as regiões em risco gravíssimo para a Covid-19 e tem maior ocupação de leitos de UTI SUS da pandemia

Por Marcos Antonio em 27/02/2021 às 14:18:13

Reprodução/Governo de Santa Catarina

Santa Catarina voltou a ter todas as 16 regiões de saúde em risco gravíssimo para a Covid-19, segundo a matriz divulgada pelo governo do estado na manhã deste sábado (17). A situação piorou em relação à semana passada, quando havia 15 áreas em nível gravíssimo. A mudança ocorreu na região Carbonífera, que agora passou para o risco máximo.

A outra vez em que o estado teve todas as regiões no nível gravíssimo foi em 23 de dezembro.

Entenda o que muda no fim de semana com as novas restrições

Hospitais buscam transferências e sobrecarregam Samu em SC

Estados adotam restrições para conter alta recorde de casos e de mortes por Covid-19

Estado registra 663.699 infectados com a Covid-19, com 7.242 mortes

O governo do estado também divulgou às 11h deste sábado que a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública chegou a 91,45%, a maior registrada durante toda a pandemia. Esse número se refere à UTI-geral mais UTI-Covid.

Taxa de ocupação de leitos de UTI SUS levando em conta UTI-geral e UTI-Covid

Taxa de ocupação de leitos de UTI SUS, contando UTI-geral e UTI-Covid, por região de SC - 27 de fevereiro

Reprodução/SES Leitos

Se forem levados em conta apenas os leitos de UTI-Covid SUS para adultos, a taxa de ocupação é de 96,42%, com a região da Grande Florianópolis sem nenhuma vaga.

Taxa de ocupação de leitos de UTI-Covid SUS para adultos

Taxa de ocupação de leitos de UTI-Covid SUS para adultos por região catarinense em 27 de fevereiro

Reprodução/SES Leitos

Critérios do mapa de risco

O mapa é feito observando-se critérios como ocorrência de mortes, contágio do vírus, percentual de resultados positivos de exames e ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) reservados para pacientes com suspeita ou confirmação da Covid-19.

Pela segunda semana consecutiva, o Oeste esteve na mais grave situação em todos os critérios, conforme a Secretaria da Saúde de Santa Catarina. “Apresentamos um cenário de aceleração em todo o estado, sem nenhum indicativo de estabilização neste momento”, afirmou a analista de dados Bianca Vieira, do Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes).

Decreto

O decreto estadual em vigor trata do fechamento dos serviços não essenciais entre 23h de sexta (26) até 6h de segunda (1º). A medida também se repetirá no outro fim de semana, entre 23h de 5 de março e 6h de 8 de março. Veja mais informações aqui.

Situação da Covid-19 em SC

Na sexta-feira (26), o estado chegou a 33.464 pacientes da Covid-19 em tratamento, o maior número da pandemia. Também atingiu 909 internações em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), contando as redes pública e privada. Os números são do boletim estadual. Ainda segundo integrantes do governo, há mudança no perfil das vítimas, com pessoas mais jovens procurando por vagas em hospitais.

Desde março de 2020, 663.699 pessoas se infectaram com o vírus em Santa Catarina e 7.242 delas morreram. Mais de 6 mil novos casos foram acrescentados ao boletim do governo em 24 horas.

Até esta sexta-feira (26), foram aplicadas 218.597 doses da vacina contra Covid-19 em Santa Catarina, sendo 162.829 delas como primeira dose e outras 55.768, segunda dose.

VÍDEOS: Vacinação contra a Covid-19 em SC

Veja mais notícias do estado no G1 SC

Fonte: G1 SC

Comunicar erro

Comentários