04/11/2021 às 23h40min - Atualizada em 04/11/2021 às 23h40min

‘Repreendi o diabo’, diz homem que matou esposa e filha e guardou corpos em casa

Marcos Antonio - Marcos Imprensa

“Ordem divina”. Esta foi a justificativa de um homem de 53 anos, morador do Paraguai, após ter assassinado a esposa e a filha e convivido com os corpos das duas em casa por cerca de dois meses.
Home
DestaquesDESTAQUESINSTAGRAMNOTÍCIAS‘Repreendi o diabo’, diz homem que matou esposa e filha e guardou corpos em casaDe Notícia Hoje em 4/11/21
 Compartilhe“Ordem divina”. Esta foi a justificativa de um homem de 53 anos, morador do Paraguai, após ter assassinado a esposa e a filha e convivido com os corpos das duas em casa por cerca de dois meses.PLAYVOLUME00:10/01:00TRUVIDFULLSCREEN
Leia maisSegundo o jornal paraguaio Hoy, os corpos de Patrocinia Romero Olmedo, de 47 anos, e Noelia Giménez Romero, de 20, foram encontrados em avançado estado de decomposição dentro de casa.

“O homem continuava a viver aqui, trabalhava, dormia, comia como os outros membros da família, os dois corpos ficavam juntos no quarto. A forma como foram mortas está sendo investigada. Ele confessou que os matou para libertá-las do diabo”, disse a procuradora Reinalda Palácios.

As duas mulheres estavam desaparecidas desde agosto, mas a denúncia sobre o desaparecimento só foi realizada em outubro. Segundo familiares, o autor do crime não aceitava visitas em casa e se contradizia quando era questionado sobre a esposa e a filha.

Em depoimento, Pablino Giménez Ledesma confessou o crime. “Por ordem de Jesus, sacrifiquei minha filha porque ela tinha muitos espíritos malignos. Repreendi o diabo e cobri sua boca ”, afirmou. Além dele, outros três filhos do casal foram detidos, já que conviviam com os corpos.

Com informações ND Mais
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp