21/06/2016 às 07h28min - Atualizada em 21/06/2016 às 07h28min

Associação Videira das Artes adquire máquina de bordar eletrônica

Assessoria de Comunicação Prefeitura de Videira
Fotos: Josiane Ugolini

A Associação Videira das Artes, criada e assistida por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Videira e o SEBRAE, continua crescendo, criando oportunidades para as artesãs locais e adquirindo equipamentos. Recentemente o grupo deu mais um importante passo para o avanço de seus negócios. Foi adquirido uma máquina de bordar eletrônica semi-industrial.

 

De acordo com o coordenador do projeto - José Renatho Borges, o equipamento custou R$ 23.870,00. “A verba é proveniente do concurso Economia Verde Solidária, que a Associação participa desde 2013. Com esta nova aquisição, as artesãs esperam incrementar seus produtos e alavancar os negócios”, explicou. Após realizar a compra do equipamento, ainda no início deste ano, duas integrantes participaram de capacitações em Itajaí e Porto Alegre, para aprender manusear a máquina. Agora, elas estão repassando os conhecimentos para as demais companheiras.

 

Logomarcas, nomes, símbolos e desenhos pré-definidos podem ser bordados. “A máquina funciona através de um programa de computador, que possui mais de três mil ilustrações no acervo. Já nomes, logomarcas e símbolos podem ser desenvolvidos com um recurso específico e repassado para máquina”, destacou a secretária da Associação - Nair Mai. Já a artesã Claire Aparecida Nora, destaca que entre os produtos confeccionados com os bordados estão lembranças do município, toalhas de pratos com os dias da semana, jalecos com nomes ou logomarcas, entre outros. "Como são temas e motivos muito específicos, estamos trabalhando por encomendas. Então, empresas ou pessoas que queiram bordar camisetas, jalecos, toalhas, podem nos contatar".

 

Economia Verde Solidária

Desde 2013, o grupo participa do Concurso Economia Verde Solidária, realizado em parceria com o SEBRAE, BNDS, Fapesc e Governo do Estado de Santa Catarina, que tem como objetivo promover associações de baixa renda que reutilizam resíduos sólidos, como fibras naturais ou tecidos, para confecção de seus produtos. Além da verba, as artesãs receberam capacitações e orientações sobre gestão e administração de negócios.

 

Artesã videirense está entre as 300 melhores do país

A integrante do Videira das Artes - Clair Terezinha Fagherazzi Schulte, está participando do Prêmio Sebrae Top 100 do artesanato. Foram mais de duas mil inscrições de todo o país. Para a segunda etapa foram selecionados apenas 300, entre eles, a videirense. O resultado final sai em setembro, elegendo os 100 melhores e promovendo uma feira com os produtos selecionados.

 

Clair participa com trabalhos de mercer crochet, ou seja, aquele feito com a linha mais fina. "Estou muito feliz de estar entre os 300 melhores artesãos do país. O diferencial do meu trabalho está em sua confecção, todo feito a mão, e a preocupação de resgatar os trabalhos tradicionais de crochet, que aos poucos se perdem em função da industrialização", destaca.

 

O Prêmio Sebrae TOP 100 de Artesanato tem como objetivo reconhecer e valorizar o trabalho realizado por artesãos de todo o País. Entre os itens avaliados está qualidade estética e valor cultural. O concurso é realizado a cada três anos e está em sua 4ª edição. 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp