16/11/2021 às 14h09min - Atualizada em 16/11/2021 às 15h40min

Ânima Educação fecha terceiro trimestre com forte resultado financeiro e operacional e lucro líquido ajustado de R$ 133,6 milhões

Companhia apresenta crescimento de 72,4% em receita líquida nos nove meses de 2021 e se consolida no mercado com aumento da base de alunos, queda da evasão dos mesmos campi, evolução do ticket médio, forte eficiência operacional e alto desempenho da participação da Inspirali, vertical de Medicina

SALA DA NOTÍCIA emilly moreira
https://animaeducacao.com.br/
Divulgação

O setor de educação enfrentou grandes desafios nos últimos dois anos. E com o avanço da vacinação no País, vem apresentando uma retomada flexível e cada vez mais focada na educação híbrida. A Ânima Educação, que lançou o seu modelo acadêmico híbrido em 2017, foi protagonista das mudanças intensas do setor, que a pandemia acelerou. Com coragem e disciplina, a companhia deu um passo transformacional em sua história, ao integrar em junho as instituições vindas da Laureate Brasil. A organização conta, atualmente com mais de 310 mil estudantes e 18 mil educadores e fecha o terceiro trimestre de 2021 ainda mais consolidada no seu mercado de atuação como o maior e mais inovador ecossistema de educação de qualidade do País.

 

A organização educacional encerrou os nove primeiros meses deste ano com uma receita líquida de R$1.802,3 milhões, representando aumento de 72,4% em relação ao mesmo período de 2020. Além disso, a companhia atingiu um EBITDA ajustado de R$ 643,6 milhões, sendo 107,7% maior que o ano anterior, assim como um lucro líquido ajustado de R$ 133,6 milhões (+74% versus nove meses de 2020). Já no 3º trimestre de 2021, a receita líquida foi de R$ 816,7 milhões, sendo 132,7% superior ao mesmo período de 2020, assim como um EBITDA ajustado de R$ 344,3 milhões (+244,8% maior que 3T20) e lucro líquido ajustado de R$ 58,6 milhões. Estes números do trimestre já começam a dar sinais da nova escala do Ecossistema Ânima.

 

Este significativo resultado vem acompanhado de uma expressiva geração de caixa operacional, de R$ 532,3 milhões, representando 82,7% do EBITDA ajustado, fator de grande importância que contribuiu com a desalavancagem da companhia, após a integração. De forma contundente, em apenas um trimestre, foi possível reduzir o nível de alavancagem em 0,5x, finalizando o trimestre com índice de 4,1x EBITDA ajustado.   

 

Referente a base de alunos, a Ânima Educação teve crescimento de 119,2% em relação a nove meses de 2020, considerando já a integração. Parte importante deste fator foi a queda reportada de 2,1 pontos percentuais na taxa de evasão das unidades orgânicas, mesmo em um momento macro tão desafiador. A companhia enxerga uma clara oportunidade de trabalhar a retenção das marcas em integração para que atinjam os mesmos patamares das unidades do legado Ânima.

 

Além disso, neste trimestre, a organização teve um ticket médio líquido de R$ 970 no ensino acadêmico consolidado, excluindo os cursos digitais, 5,2% maior do que no mesmo período do ano passado, reforçando o posicionamento da companhia em uma implementação de uma educação de qualidade.

 

Vale ressaltar que este é o primeiro trimestre completo em que as unidades em integração tiveram os seus resultados consolidados, o que se deu a partir de junho de 2021, e demostra novo patamar financeiro e operacional da Ânima Educação. Nesse contexto, também é importante destacar que a Inspirali, vertical de medicina da companhia, vem evoluindo a cada trimestre e já representa 25,7% da receita nos nove meses de 2021, atingindo R$ 463,6 milhões nesse período. A Inspirali reporta nesses nove meses de 2021 uma margem operacional de 67,5% antes das despesas corporativas.

 

Outro resultado que merece destaque é a base de alunos dos cursos digitais (EAD) de graduação, que passaram a ter maior relevância no Ecossistema Ânima, a partir de junho de 2021. Ao final do terceiro trimestre, foi registrada uma base de 83,7 mil alunos referentes aos cursos de graduação e de pós-graduação, no segmento Lifelong Learning.

 

A Ânima Educação também anunciou recentemente uma parceria com a Telefônica Brasil, para a criação de uma plataforma digital na área de educação, com o propósito de impulsionar a empregabilidade. A nova empresa oferecerá cursos livres online com foco em educação continuada, em áreas como tecnologia, gestão, negócios e turismo, no qual a companhia será a responsável pelo desenvolvimento, curadoria de conteúdo e aporte na construção e personalização da jornada acadêmica, reforçando o objetivo da empresa na construção de um ecossistema capaz de agregar maior conhecimento de forma acessível. A organização acredita cada vez mais que o Ensino Digital será uma nova avenida de crescimento para todo o Ecossistema Ânima, e que, por estar em fase de expansão, ainda possui perspectivas de evoluções tanto de margens quanto de representatividade.

 

“Neste trimestre foi possível acompanhar o amadurecimento da Ânima Educação, que nos mostrou que as nossas estratégias foram fundamentais para posicionar a companhia de forma ainda mais forte e robusta para o mercado. Hoje, marcamos uma nova fase da instituição, que segue em linha com o nosso principal propósito que é Transformar o País pela Educação”, finaliza o CEO da Ânima Educação, Marcelo Bueno.

 

Sobre a Ânima Educação

Com o propósito de 'Transformar o Brasil pela Educação', a Ânima é o maior e o mais inovador ecossistema de ensino de qualidade do país com um portfólio de marcas valiosas e um dos principais players de educação continuada na área médica. A companhia é formada por uma comunidade de aprendizagem com cerca de 350 mil pessoas, composta por mais de 310 mil estudantes e 18 mil educadores, distribuídos em 18 instituições de ensino superior e em mais de 400 polos educacionais por todo o Brasil. Integradas também ao Ecossistema Ânima estão oito marcas especialistas em suas áreas de atuação, como HSM, HSM University, EBRADI (Escola Brasileira de Direito), Le Cordon Bleu (SP), SingularityU Brazil, Inspirali e Learning Village, primeiro hub de inovação e educação da América Latina, além do Instituto Ânima.

 

Em 2021, a Ânima conquistou o 1º lugar no setor serviços e ficou na 45ª posição no ranking das 150 empresas mais inovadoras do Brasil pelo Prêmio Valor Inovação –parceria do jornal Valor Econômico e a Strategy&, consultoria estratégica da PwC. Além disso, foi destaque no Guia ESG da revista Exame como uma das vencedoras na categoria Educação e conquistou, em 2019, o prêmio Mulheres na Liderança, na categoria Educação, iniciativa da ONG Women in Leadership in Latin America (WILL). Desde 2013, a companhia está na Bolsa de Valores, no segmento de Novo Mercado, considerado o de mais elevado grau de governança corporativa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp