14/12/2020 às 19h07min - Atualizada em 09/05/2021 às 00h00min

18 filmes e séries que os empreendedores não devem deixar de assistir

Período de recesso no final do ano pode ser aproveitado para reciclar ideias e buscar inspiração em clássicos do cinema

SALA DA NOTÍCIA Olívia Moderno Fernandes
 

São Paulo, dezembro de 2020 - Em 2020, algumas palavras, como reinventar, criatividade e resiliência, passaram a fazer parte do vocabulário no mundo dos negócios. O ano não foi fácil para ninguém e os desafios vão continuar em 2021. Então, que tal aproveitar o período de recesso do final do ano e reciclar as ideias?

 

Para isso, listamos 18 filmes e séries que, em algum momento, inspiraram outros empreendedores:

 

Felipe Buranello, CEO da Maria Brasileira - Fome de Poder (2016) - Conta a história da ascensão do McDonald 's.Como atuo com franchising, esse filme fez todo sentido para mim. Aprendi a importância do papel das partes: a franqueadora cria estratégias e diretrizes, mas o franqueado precisa executá-las. Outro ponto é a ambição do franqueador, de querer fazer acontecer e acreditar nas pessoas que estão ao seu lado na empresa”.

 

Pedro Rabelo, CEO do Bagy - Coco, antes de Chanel (2009) - Baseado em fatos reais, conta a verdadeira história de Gabrielle Coco Chanel, estilista francesa que revolucionou o mercado da moda. Ela possuía um estilo diferente do padrão da época e isso foi um fator marcante para o início da sua carreira nas produções de vestuários e chapéus sob medida. “Se você tem dificuldades para persistir, então não deixe de assistir. Também vai aprender a importância de inovar e não ligar para padrões”.

 

Manoel Neto, CEO da Arbo Imóveis - Chef's Table (2015) -  Série cuja proposta é fazer o espectador adentrar a cozinha de alguns dos mais renomados chefs do mundo e conhecer suas rotinas e filosofias. Cada episódio traz um nome notável da cena culinária, que abre seus restaurantes para uma conversa franca e aberta. “A série mostra como esses chefs conseguem se diferenciar dos demais, trazendo a experiência do cliente como diferencial tangível e competitivo, e destacando a obstinação e a perfeição de cada um desses profissionais”.

 

André Gil, CEO da Followize - Walt antes de Mickey (2015) - O filme mostra a trajetória de desafios e superações de Walt Disney, antes de chegar ao sucesso. “É muito interessante para todo empreendedor, pois mostra como é importante ter sempre uma boa visão, execução e, principalmente, muita resiliência”, comenta Gil. 

 

Alex Monteiro, sócio-fundador da Non Stop - O Dilema das Redes (2020) - O documentário mostra como funciona o algoritmo nas redes sociais, algo essencial que todo empreendedor entenda nos dias atuais. “O filme traz a certeza de que precisamos ter responsabilidade com a fonte que utilizamos para nos informar e comprova que ver somente aquilo que gostamos nos coloca em uma bolha que pode ser muito prejudicial ao negócio”. 

 

Fellipe Couto, CEO da Vulpi - O Lobo de Wall Street (2013) - A história real de Jordan Belfort, um ambicioso corretor da bolsa que cria um verdadeiro império, enriquecendo de forma rápida, porém ilegal, é contada no filme. “Mesmo sendo politicamente incorreta, mostrando a ascensão e a queda do empresário, o filme, ainda assim, dá lições de como vender e gerir equipe com motivação, implantando uma cultura organizacional onde todos vestem a camisa”. 

 

Carlos Ávila, fundador da plataforma MeuVizinho.me - De Porta em Porta (2002) - O filme mostra a história de superação de uma pessoa com paralisia cerebral que se torna vendedor de porta em porta. “É essencial para todos os empreendedores, pois mostra a importância da disposição, persistência e resiliência”. 

 

Cadu Guerra, CEO do Allugator - A Rede Social (2010) - O longa, que conta a história do jovem estudante de Harvard e gênio da computação Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, “me proporcionou um aprendizado muito grande sobre o foco no usuário. Mostra como o Zuckerberg, desde o começo, teve muita obstinação e foco para criar algo que refletisse justamente o que o usuário dele queria”.

 

Márcio Pascal, fundador do marketplace Magote - O Homem que mudou o jogo (2011) - O filme dirigido por Bennet Miller conta uma história baseada em fatos reais sobre o time de baseball Oakland Athletics e os problemas econômicos enfrentados por Billy Beane (Brad Pitt), gerente do time. “O filme é excelente, pois mostra técnicas que levam o time ao sucesso, fazendo o time acreditar nos resultados que ninguém imaginava”.

 

Ad Júnior, head de Marketing da Trace Brasil - A Vida e a História de Madam C.J. Walker (2020) - “A real história incrível da primeira milionária negra americana que fez sua fortuna sem herdar nada de ninguém, na primeira metade do século XX não pode ser uma minissérie que passe despercebida, né?”. 

 

José Papa, CEO da Trace Brasil - The social network (2010) -  O filme narra a história de  Mark Zuckerberg durante o desenvolvimento do Facebook e os processos judiciais que envolveram a empresa em sua formação. “É uma visão acurada do início de uma das maiores revoluções da idade moderna”.

 

Felippe Guerra, head de Comercial & Projetos da Trace Brasil - The Defiant Ones (2017) - É um documentário que avalia a parceria entre Jimmy Lovine e Dr. Dre, bem como a participação deles em uma série de eventos transformadores da cultura contemporânea. “Traz uma visão de oportunidade para além do produto, com storytelling e visão do poder da construção de pontes nos negócios”. 

 

Fernanda Leôncio, uma das idealizadoras do Afrohub - StartUp (2018) - A série conta a história de três estranhos que batalham contra a dura realidade das ruas de Miami para transformar suas inspirações em sucesso. “Foi uma das primeiras vezes que assisti algo que trazia uma visão sem romantismo algum do processo de empreender”.

 

José Guilherme Honorato, CEO e fundador da PsicoManager - Ozark (2017) - Nessa série, Martin Byrde, um consultor financeiro, tenta lavar dinheiro para um cartel mexicano e se muda com a família para o lago Ozarks, a fim de garantir que a polícia federal não percebesse seus negócios. A inteligência administrativa e emocional de Byrde é fenomenal. Ozark nos mostra, de certa forma, o que o empreendedor vivencia durante o ciclo de sua empresa: você é derrotado em um dia, no outro precisa estar de pé e pronto para superar.

 

Denny Mews, CEO da CargOn - O Aviador (2005) - Dirigido por Martin Scorsese, com roteiro de John Logan e atuação principal de Leonardo DiCaprio na pele de Howard Hughes, um grande investidor da indústria do cinema. “Muitas vezes, a cegueira e a paixão do empreendedor podem levá-lo à falência. Ele é tão apaixonado pelo produto que não desiste e acaba falindo”. Com o mesmo ator (Leonardo DiCaprio), o filme Prenda-me se For Capaz (2002), dirigido e produzido por Steven Spielberg, com roteiro de Jeff Nathanson, é inspirado na autobiografia de Frank W. Abagnale Jr., Catch Me If You Can, de Stan Redding. “Apesar de trabalhar como um ‘fora da lei’, o espírito do jovem é empreendedor, uma qualidade que, se fosse bem canalizada, teria um grande futuro. Ou seja, o espírito empreendedor existia, porém, para o mal”. 

 

Andressa Rando Favorito, especialista em gestão de negócios de Moda - Fyre Festival: fiasco no Caribe (2019) - Produzido por Chris Smith, o documentário aborda os bastidores do Fyre Festival, um evento que prometia ser uma grande experiência musical de luxo em uma ilha exclusiva, mas que acabou sendo um desastre. Por falta de organização, a iniciativa realizada pelo empresário Billy McFarland, em parceria com o rapper Ja Rule, resultou em apenas um terreno ainda em construção, com algumas tendas, condições climáticas instáveis e até mesmo escassez de comida. “O longa nos mostra que não adianta termos uma campanha de marketing incrível se o produto ainda não está pronto para ir ao mercado. É uma excelente opção para entender sobre a importância do planejamento em um negócio’’. 

 

Ilson Mateus Rodrigues Junior, co-fundador da Niduu - Um dos maiores ensinamentos de Vikings é sobre abraçar o desconhecido. O que vem depois disso, é uma consequência. Uma analogia simples e direta que posso fazer é com o livro Princípios de Ray Dalio. “Imagine que agora, tendo uma vida grandiosa, seja preciso atravessar uma floresta cheia de perigos. Você pode ficar em segurança onde está e ter uma vida comum ou arriscar a travessia da floresta e ter uma vida incrível”. É justamente isso que a série nos ensina. É uma verdadeira lição de liderar pelo exemplo, errar, tentar de novo, traçar estratégia, buscar conhecimento e ter criatividade! E nós precisamos cada vez mais disso hoje, seja para quem já empreende ou quer empreender. É preciso se arriscar e estar preparado para as mudanças.










 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0