24/11/2021 às 22h51min - Atualizada em 24/11/2021 às 22h51min

Governador confirma a flexibilização do uso das máscaras em SC; entenda

Anúncio foi feito na noite desta quarta-feira, por meio de um perfil em uma rede social; medida anunciada por Carlos Moisés já virou portaria e está em vigor em todo o território de SC

Marcos Antonio - Marcos Imprensa
NDMAIS
Governador estará no Meio-Oeste nesta quinta-feira (25); Carlos Moisés usou seu Twitter para projetar a desobrigatoriedade do uso das máscaras – Foto: RICARDO WOLFFENBUTTEL/ND
O governador Carlos Moisés (sem partido) usou seu perfil em uma rede social para comunicar a flexibilização do uso das máscaras em locais públicos e abertos. O anúncio foi feito na noite desta quarta-feira (24), próximo das 21h30.

A deliberação, inclusive, já foi transformada em portaria que já está em vigor em todo o território catarinense.

O que vinham se desenhando, há algumas semanas, deve se tornar concreto. É o que assegura o chefe do Executivo catarinense que, em seu perfil no Twitter, confirmou a desobrigação do uso das máscaras.

“Vamos desobrigar o uso de máscaras em ambientes abertos sem aglomeração e autorizar o funcionamento dos estádios de futebol sem restrições de público. Eventos com mais de 500 pessoas permanecem com a obrigatoriedade da vacina e teste negativo para a Covid-19”, publicou.

Carlos Moisés ainda acrescentou, na mesma postagem, que a deliberação é atribuída a “todos que se vacinaram” e “ajudaram a diminuir significativamente o contágio”, ponderou.

Publicação no DOE

O governador Carlos Moisés assinou, nesta quarta, o decreto que permite e realização de todos os tipos de eventos, incluindo esportivos, e flexibiliza as regras para o uso de máscaras em Santa Catarina.

No que diz respeito às máscaras, o uso delas se torna opcional nos ambientes abertos em que há possibilidade de manter distanciamento. Nos ambientes fechados ou naqueles em que não é possível manter distanciamento, o uso continua obrigatório.

integral dos estabelecimentos que promovam eventos corporativos, feiras de negócios, eventos sociais, shows e entretenimento, inclusive esportivos. No caso das competições de futebol, uma portaria específica trata dos novos limites de ocupação.

O decreto ainda estende o estado de calamidade pública, em Santa Catarina, até o dia 31 de março.

Na avaliação de Carlos Moisés, esse passo se tornou possível e seguro graças ao avanço da vacinação. “Hoje somos um dos estados com maior percentual da população vacinada e temos cobertura superior à de quase todos os países desenvolvidos. Tudo isso dá segurança para avançar mais”, acrescenta.

“Medidas responsáveis”

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, as medidas adotadas pelo Estado são responsáveis e em conformidade com a situação do momento.











 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Informações indisponíveis

0